24Horas Política 

No Galeão, Dilma se emociona ao lembrar a volta de exilados ao País

Presidente Dilma Rousseff durante cerimônia de assinatura do contrato de concessão do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim – Galeão. Foto: Reuters

Presidente chegou a chorar ao falar sobre a música Samba do Avião, uma homenagem ao Galeão e aos “exilados”

 

A presidente da República Dilma Rousseff se emocionou na manhã desta quarta-feira  (2) ao lembrar o retorno ao Brasil de pessoas exiladas durante a ditadura militar. A citação foi feita durante a assinatura do contrato de concessão do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro – Antônio Carlos Jobim/Galeão.

Dilma chegou a chorar ao falar sobre a música Samba do Avião, do compositor Tom Jobim que, segundo a presidenta, além de homenagear o aeroporto Galeão, também é uma “homenagem aos exilados” que voltaram depois da anistia. “É uma síntese perfeita do que é a saudade do Brasil, a lembrança do Brasil e, melhor de tudo, voltar ao Brasil, chegando no Galeão”.

Segundo a presidenta, a concessão do Galeão à iniciativa privada é fundamental para atender ao desafio de aumento da demanda dos brasileiros por viagens aéreas. “É um aeroporto fundamental não só para o turista estrangeiro, mas para o brasileiro. E ele tem que fazer jus a essa Cidade Maravilhosa”, disse Dilma.

 

Agência Brasil

Comentários

Leia também...