SB24Horas

Notícias na hora certa!

Na estreia de Casemiro, Özil dá uma de CR7, marca dois, e Real vence

Enquanto alemão é destaque no triunfo sobre o Bétis, português passa em branco. Emprestado pelo São Paulo, brasileiro participa dos 90 minutos

Com um atípico faro de artilheiro do meia Özil, autor de dois gols, o Real Madrid venceu o Bétis por 3 a 1, neste sábado, no estádio Santiago Bernabéu, pela 32ª rodada do Campeonato Espanhol. Além do alemão, o francês Benzema também deixou a sua marca. Molina, de pênalti, diminuiu para os visitantes, que pressionaram os donos da casa até o fim. A partida deste sábado marcou a estreia do brasileiro Casemiro na equipe principal merengue – emprestado pelo São Paulo até o fim da temporada, o volante estava atuando no time B, o Real Castilla. Por outro lado, Kaká ficou no banco de reservas e sequer entrou em campo.

O dado negativo da partida ficou por conta da lesão do lateral-esquerdo Marcelo. O jogador deixou o gramado ainda no primeiro tempo reclamando de dores na parte posterior da coxa esquerda. O brasileiro já está vetado do jogo do Real Madrid na próxima quarta-feira, contra o Borussia Dortmund, pelas semifinais da Liga dos Campeões. Quem passou em branco foi o português Cristiano Ronaldo. Anteriormente, CR7 havia marcado nas oito últimas partidas oficiais do time merengue na temporada.

Com o resultado, o Real Madrid chegou aos 71 pontos e ficou a dez do líder Barcelona, que neste sábado vai encarar o Levante, no Camp Nou. O Bétis, que na próxima rodada vai receber o La Coruña, no Estádio Benito Villamarim, seguiu na sétima posição, com 48. Na 33ª rodada, os merengues vão disputar o clássico contra o Atlético de Madri, no Vicente Calderón.

O jogo foi equilibrado nos 45 minutos iniciais, com as duas equipes tendo oportunidades de abrir o placar. Enquanto os donos da casa erravam no último passe, permitindo que a linha de impedimento dos rivais entrasse em ação, os visitantes pecavam nas finalizações.

A primeira chance clara foi do Bétis. Aos sete, Nosa aproveitou cobrança de escanteio e finalizou para grande defesa de Diego López. Castro pegou a sobra e chutou para o gol. O árbitro assinalou impedimento e anulou a jogada. Susto no Bernabéu.

Aos 15, o Real perdeu o lateral-esquerdo Marcelo, escalado como capitão por Mourinho. O jogador esticou demais a perna esquerda e acabou sentindo o local. O brasileiro deixou o gramado de maca e foi substituído pelo zagueiro Varane.

O Real Madrid teve a sua primeira chance clara aos 20 minutos. Modric cobrou escanteio na cabeça de Cristiano Ronaldo. O português subiu mais do que os defensores e testou com força. O goleiro Adrián fez a defesa espalmando para escanteio.

CR7 teve mais uma ótima chance de abrir o marcador aos 39. O português pedalou diante de um adversário, limpou o lance e finalizou de canhota da entrada da área. A bola bateu na trave. A partir o lance, o Bétis acordou de novo na partida e teve uma chance clara de abrir o placar. Aos 42, Beñat recebeu pela direita e rolou para Pabón. O jogador emendou de primeira, acertando o travessão de Diego López.

Pouco antes do intervalo, aos 45, Casemiro tocou para Özil, que tabelou com Benzema e recebeu na frente. O alemão invadiu a área e tocou na saída do goleiro para abrir o placar para o Real: 1 a 0.

O Real voltou com a mesma postura para o segundo tempo. Tudo para tentar matar a partida e garantir mais três pontos no Campeonato Espanhol. Mesmo assim, o Real assustava pouco o Bétis. Até tinha mais domínio de bola, mas finalizava pouco.

Quando passou a arriscar mais, o segundo gol não demorou a sair. Özil puxou contra-ataque e tocou para Cristiano Ronaldo. O craque luso lançou para Benzema nas costas dos zagueiros. Dentro da área, o francês só tocou colocado na saída de Adrián: 2 a 0.

Aos 26, o Bétis puxou contra-ataque com Pérez, que rolou para Rubén Castro, livre no lance. O jogador invadiu a área e foi derrubado por Nacho. Pênalti para os visitantes. Na cobrança, Molina diminuiu o marcador.

A partir o gol, o Bétis passou a tentar sufocar o Real Madrid e quase igualou o placar aos 43. Após bobeada de Ricardo Carvalho, Castro conseguiu cabecear por cima do goleiro Diego López. A bola bateu no travessão e sobrou para Pabón, que finalizou fraco. Albiol tirou em cima da linha, evitando o empate dos visitantes.

Aos 45, a equipe merengue matou a partida. Cristiano Ronaldo recebeu pelo lado esquerdo, deu um lindo drible no adversário e cruzou da linha de fundo. Callejón chegou batendo de primeira, e a bola acabou sobrando para Özil, que escorou para a rede para fazer mais um.

Fonte: G.E