Iracemápolis 

Mutirão contra a dengue visita mais de 1500 casas em Iracemápolis

 


O segundo mutirão contra a dengue de Iracemápolis, realizado no último sábado, visitou 1540 residências. A ação, promovida pela Secretaria de Saúde de Iracemápolis, mostrou que 1% dos locais visitados estava com criadouros do mosquito Aedes Aegypti.

 

A equipe foi composta por 85 pessoas entre funcionários públicos, coordenadores e diretores municipais, além de vereadores e voluntários. Do total de casas visitadas, 979 foram vistoriadas e 559 estavam fechadas. Desta vez, duas pessoas se recusaram a abrir as residências e foram advertidas pelas agentes de saúde.

 

O prefeito Valmir Gonçalves de Almeida, a vice Denise Calice Martin e o secretário de saúde, João Renato Alves Pereira, acompanharam a ação e também ajudou a conscientizar os moradores dos bairros João Ometto, Carolina Ometto Pavan, Parque Cesarino Borba e Residencial Cidade Nova.

 

Para ajudar no trabalho de conscientização, mais de três mil panfletos foram distribuídos e as residências que não apresentaram criadouros receberam um selo que atesta a parceria com a Secretaria de Saúde no combate ao mosquito da dengue.

 

O secretário de saúde agradeceu ao apoio que tem encontrado da população. “Nossa cidade entendeu a importância do combate ao mosquito e tem sido solidária com nossas ações. Mas, não podemos nos esquecer de que este trabalho é contínuo e que o desafio é coletivo”, destacou.

 

O prefeito Valmir elogiou o trabalho da equipe e ressaltou a importância da união de forças no combate ao Aedes Aegypti. “A equipe da Saúde tem feito um trabalho exemplar e, mesmo com poucos recursos, tem intensificado as ações e mostrado a nossa população a importância de cada um fazer a sua parte. Vamos continuar lutando e mostrar que a união de forças é capaz de vencer esse mosquito que além da dengue, também transmite o zika e a chikungunya”, afirmou.
Assessoria de imprensa

Comentários

Leia também...