Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Mulheres sofrem mais que os homens com relação a perda dentária

A perda dos dentes pode surgir de diversos fatores como tabagismo, diabetes, neoplasias, falta de higiene, fator genético entre outros.

 

Todos esses motivos podem ocorre tanto em homens quanto em mulheres, porém, algumas causas são mais propícias ao público feminino.

 

 

Sendo assim, uma das condições que mais geram a perda dentária em mulheres são as que atribuem aos hormônios, principalmente na gravidez onde a progesterona e estrogênios estão a todo vapor no organismo.

 

Ao descobrir a gravidez, a mulher deve se preocupar com a saúde em sua integralidade, incluindo também os aspectos bucal.

 

CUIDANDO DA SAÚDE BUCAL

 

Na gravidez a mulher estará mais vulnerável a ataques de bactérias nas gengivas, por esse motivo, é comum ocorrer o enfraquecimento e desgaste da arcada dentária.

 

Contudo, nos períodos como o fim do ciclo menstrual, mais precisamente na idade a partir de 45 anos, o envelhecimento ósseo da cavidade oral predispõem a perda gradual dos dentes, através do enfraquecimento da sustentação.

 

Na menopausa, a gengiva acaba se modificando, retraindo-se e perdendo volume conforme o período vai se instalando. A osteoporose por sua vez, é mais predisposta às mulheres com idades acima de 45 anos, por conta do diâmetro dos dentes comparados aos homens.

 

SOLUÇÕES PARA TRATAR A PERDA DOS DENTES

 

Com o avanço das tecnologias, algumas soluções seguras e acessíveis são lançadas como formas para tratar a perda dentária.

 

Entre essas soluções, a mais eficaz encontrada são os implantes dentários capazes de trazer um novo aspecto e saúde para os dentes.

 

Os implantes dentários ocorrem de maneira segura, e são destinados aos casos onde a perda óssea do tecido não possuem probabilidade de crescimento.

 

Neste sentido, existem tipos de implantes que podem favorecer cada caso específico de paciente. O implante unitário por exemplo, é oferecido quando ocorre apenas a perda de um único dente, sem afetar os demais.

 

Já os implantes múltiplos, contribuem para a reposição de mais dentes ausentes, incluindo para pacientes que já fazem o uso de dentaduras inferiores e superiores. Além disso, para situações como perda do tecido esse tipo de implante é mais indicado.

 

No entanto, esses tratamentos existem para reabilitar o paciente a uma saúde bucal, que envolve um cuidado durante e após os procedimentos.

 

Outras soluções incluem um cuidado preventivo da saúde dos dentes, e isso equivale a uma rotina diária com ações que compreendem todo tipo de pessoas e todas as idades.

 

CUIDADOS DIÁRIOS COM OS DENTES

 

Para evitar a perda significativa dos dentes e outros problemas relacionados, devemos introduzir cuidados diários com os dentes.

 

Entre eles, a escovação após todas as refeições, usando sempre o fio dental e enxaguante bucal para finalização.

 

As consultas com dentistas devem ser frequentes, inclusive nos períodos de gestação e na menopausa para as mulheres, garantindo assim, um cuidado completo com sua saúde.

 

Os cuidados com alimentação também devem integrar as ações preventivas, já que muitas doenças ocorrem pela má alimentação e ingestão de alimentos prejudiciais.

 

Dessa maneira, os cuidados de sua saúde mental também beneficiam as práticas preventivas para evitar a perda dentária, pois o estresse e ansiedade também podem se tornar fatores de risco para saúde dental.

Comentários