24horas Dennis Moraes RMC Santa Bárbara d´Oeste 

Motorista de Uber agride passageira ao chegar no destino solicitado

Motorista agrediu verbalmente e fisicamente passageira que solicitou viagem para trabalhar

 

A moradora de Santa Bárbara d´Oeste,V.C.B.F, realizou uma chamada do aplicativo UBER ontem (10) por volta das 19 horas, para que o motorista do aplicativo, levasse a mesma para a cidade de Americana, cidade que ela trabalha. A passageira colocou o pagamento da viagem para ser debitado de seu cartão.

Chegando ao destino, o aplicativo informou a passageira que o pagamento seria em dinheiro, ela conversou com o motorista e explicou o fato falando para ele debitar na próxima viagem, um serviço permitido pelo aplicativo Uber. O motorista surtou segundo V.C.B.F, pegou o celular dela que pegou o celular do motorista. Revoltado, ele a agrediu fisicamente e a insultou em frente o seu local de trabalho.

V.C.B.F foi até a delegacia mais próxima e abriu um boletim de ocorrência de injúria e lesão corporal contra o motorista. Ela também fez exame de corpo delito para comprovar as agressões sofridas pelo motorista que deve ser penalizado pela Uber, já que V.C.B.F fez a denúncia para a operadora.

 

Foto enviada por V.C.B.F

 

V.C.B.F foi até a delegacia mais próxima e abriu um boletim de ocorrência contra o motorista. Ela também fez exame de corpo delito para comprovar as agressões sofridas pelo motorista que deve ser penalizado pela Uber, já que a mesma fez a denúncia para a operadora. do APP.

 

Cada dia que passa, surgem novas denúncias de agressões de pessoas que usam o aplicativo Uber e 99 que vieram para ajudar as pessoas a chegaram mais rápido aos seus destinos solicitados. Um serviço que veio para ajudar, parece passar por um momento de “teste de fogo”. A ideia de “conectar pessoas e lugares” parece não funcionar muito bem.

As operadoras tem que melhorar muito a forma de contratação de motoristas, afinal, desenvolver tecnologias e descobrir maneiras de manter você ainda mais seguro é a função das operadoras.

 

A reportagem informa que usou somente as iniciais da vítima para proteger a mesma conforme conversa via telefone. 

Em nota, a Uber considera inaceitável e repudia qualquer ato de violência contra mulheres. A empresa acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos dessa natureza. Nesse caso, a conta do motorista parceiro foi desativada assim que a empresa tomou conhecimento do episódio. A Uber também encoraja que as mulheres denunciem qualquer violência às autoridades competentes e permanece à disposição para colaborar com as investigações, na forma da lei. A empresa defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro.

 

*Notícia atualizada às 11:26 horas do dia 12/11/2019 para acréscimo de informações

Comentários

Notícias relacionadas