SB24Horas

Notícia na hora certa!

Marighella: Ator Charles Paraventi rouba cena interpretando agente do governo Americano

Com mais de cinquenta filmes no currículo, Charles Adrian Paraventi Essabba, mais conhecido como Charles Paraventi, arrebatou o espectador, na última quinta-feira, (data da estreia de Marighella nos cinemas), ao roubar a cena em sua participação no Longa Metragem. A trama dirigida por Wagner Moura, e produzida pela O2 Filmes, conta a história de Carlos Marighella, guerrilheiro do partido comunista brasileiro, assassinado em 1969. No elenco, Charles Paraventi deu vida a um agente do Governo dos Estados Unidos, peça crucial e relevante no conflito explorado pela trama, ao viver a relação entre o Governo brasileiro e o Governo americano, na ditadura militar. Seu personagem se desenvolve, atravessando momentos importantes, e expondo situações emergentes, que levam ao clímax do filme.

Bob, (personagem de Charles Paraventi), rouba a cena com o trabalho cênico realizado pelo ator, que deu vida ao agente americano. A prosódia, o sotaque, a persuasão, e toda construção das características do personagem americano, foram artesanalmente executadas pelo ator, de maneira impecável, impactando a todos que assistem o filme. O silêncio, e o olhar de Bob, encarnam em tom justo a relação entre o Governo brasileiro e o Governo americano, na ditadura militar. Charles Paraventi brilha em atuação digna de elogios e aplausos.

Charles Paraventi nasceu em Nova Iorque, no ano de 1969, onde começou a carreira fazendo shows de mágica aos cinco anos, em um clube brasileiro, tendo como assistente a própria mãe. Ainda pequeno, participou de várias peças de teatro infantil. Já no Brasil, em 1986, encarnava personagens e realizava imitações de seus amigos e professores em sátiras divertidíssimas. Sua facilidade na escrita lhe ajudou a criar textos que declamava e interpretava sem dificuldades. No Brasil, estudou na CAL- Casa das Artes de Laranjeiras, participou de peças em teatros lotadas e filmes vencedores de diversos prêmios: Bárbara Não lhe Adora, O Burguês Ridículo, Tainá – Uma Aventura na Amazônia, Cidade de Deus, Malhação, e diversos outros trabalhos marcam a trajetória do ator.