Limeira Política 

Limeira: Inquérito administrativo contra Tigrão é instaurado


Ato da Corregedoria foi publicado na edição desta quinta, no Jornal Oficial do Município

 

Por meio do ato da corregedoria 1/16, publicado na edição desta quinta-feira, 28, no Jornal Oficial do Município, foi instaurado inquérito administrativo contra o vereador André Henrique da Silva (Tigrão) para apurar eventuais indícios de falta de decoro parlamentar no uso de suas atribuições bem como em sua conduta pública no decorrer de seu mandato, depois de provocação acerca do assunto realizada pelos demais parlamentares da Câmara de Limeira.

A investigação focará nas Sessões Ordinárias realizadas nos dias 28 de março e 11 de abril. Na primeira, segundo consta no despacho da corregedora do Legislativo, Dra. Mayra Costa, Tigrão discutiu com o vereador Dr. Júlio, “dirigindo-se até o edil com dedo em riste e batendo sobre a mesa em tom de enfrentamento ameaçador e aos berros, em conduta incompatível com as suas funções”.

Já na sessão do dia 11 de abril, a corregedora relatou no processo que “ao discutir requerimento sobre projeto de lei acabou (o vereador Tigrão) por novamente se desentender no mesmo modus operandi de praxe, desta vez com o vereador e primeiro secretário da Mesa Diretora, Sidney Pascotto”.

“Pelo que se vislumbra do teor das sessões acima citadas, o vereador ora denunciado vem sessão após sessão interferindo no bom andamento das atividades legislativas, incentivando a desordem na Câmara Municipal de Limeira, em atitude incompatível com o decoro parlamentar”, continuou Dra. Mayra Costa.

Agora, Tigrão será citado nos próximos dias para que apresente sua defesa acerca do inquérito administrativo. A partir da sua ciência, o vereador tem até dez dias para protocolá-la junto à Corregedoria. Na defesa, Tigrão pode indicar provas que pretende produzir e testemunhas que eventualmente possam ser ouvidas.

Comentários

Leia também...