Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Limeira: CPI do Pedágio recebe primeiros documentos solicitados


Milhares de folhas chegaram aos vereadores; são cópias de todos os contratos envolvendo recapeamento, sinalização, pinturas de cabines e outros serviços executados na Rodovia Doutor Cássio de Freitas Levy

 

Conforme esperado, os vereadores que fazem parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura o uso do dinheiro arrecado pela Prefeitura com o pedágio da Rodovia Doutor Cássio de Freitas Levy (Limeira-Cordeirópolis) receberam na tarde desta terça-feira, 8, em reunião ocorrida na Sala da Presidência da Câmara, cópias de todos os contratos envolvendo recapeamento, sinalização, pinturas de cabines e outros serviços executados na via desde 2013.

Segundo o presidente da CPI, Aloízio Marinho de Andrade, não é possível precisar ainda a quantidade de cópias que foram enviadas à comissão, pois agora é precisa catalogar e confirmar os dados, função que é desenvolvida pela equipe da Secretaria de Negócios Jurídicos (SNJ) da Casa. “Ao recebermos essa documentação, já notamos que são milhares de folhas, partiremos agora, tão logo sejam rubricadas todas as páginas que chegaram ao Legislativo, para a análise dos dados nelas contidos, visando sempre à transparência das nossas ações”, declarou Aloízio. Estão com ele na CPI os vereadores Jorge de Freitas, José Eduardo Monteiro Júnior (Jú Negão), Prof.ª. Érika Monteiro e Farid Zaine.

Já foi discutida a necessidade da ex-secretária de Mobilidade Urbana prestar esclarecimentos à CPI, portanto, a oitiva deve ocorrer após os estudos dos documentos iniciais. “Todos concordamos da importância da oitiva dela, mas também houve consenso quanto à necessidade de analisarmos os documentos que chegaram antes de ouvirmos qualquer testemunha. Então, a data da convocação será discutida oportunamente”, disse Aloízio.

Foram apresentados outros requerimentos aprovados pelos vereadores, entre eles um que solicita que a SNJ entregue um estudo jurídico à CPI sobre a cobrança do pedágio referente à taxa ou tarifa. Também foram requeridas cópias dos ofícios enviados pela Câmara ao Poder Executivo para que a vinda da ex-secretária de Mobilidade Urbana fosse possível, e se foram justificadas suas ausências à época.

A próxima reunião de estudos ocorre no dia 22 de março, às 14h30, na Sala de Reuniões. Na oportunidade, os integrantes da CPI devem se debruçar nos documentos que já estiverem rubricados e registrados.

 

Comentários

Dennis Moraes