Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Política

Leticia Aguiar e Janaina Paschoal cobram informações sobre demolição do Ginásio do Ibirapuera

Parlamentares assinam em conjunto um Requerimento de Informação, com uma série de questionamentos sobre o futuro do Complexo Esportivo do Ibirapuera

As deputadas estaduais Leticia Aguiar e Janaina Paschoal (PSL), protocolaram na Assembleia Legislativa um requerimento de informação endereçado ao Secretário Estadual de Esportes, Aildo Rodrigues Ferreira, solicitando informações detalhadas sobre a possível demolição do Ginásio do Ibirapuera e o destinos de atletas e modalidades esportivas.

Diversas reportagens publicadas na imprensa informam que os concessionários interessados em assumir a administração do Conjunto Desportivo “Constâncio Vaz Guimarães” pretendem, entre outras coisas, construir um centro de compras no local, demolindo o Ginásio Geraldo José de Almeida.

As parlamentares assinam em conjunto o requerimento com uma série de questionamentos sobre o futuro do Complexo Esportivo do Ibirapuera. “Falta transparência nas ações do Governo de João Doria” , disse a deputada Leticia Aguiar

O documento questiona: “Qual será o real objeto do processo de licitação para esse espaço? O que haverá no local do Conjunto Desportivo “Constâncio Vaz Guimarães” com a finalidade de fomento a atividade esportiva? E se, quadras, piscina, pistas de corrida e caminhada e alojamento para jovens esportistas vulneráveis serão mantidos?

“Estamos convencidas de que a concessão do complexo do Ibirapuera é importante para melhorar os serviços públicos ofertados para a população, mas principalmente gerando economia aos cofres públicos”, disse a deputada Leticia Aguiar.

Segundo o Governo do estado a manutenção do Complexo do ibirapuera dá um prejuízo de R$ 15 milhões anuais.

“A iniciativa privada possui mais condições de realizar aportes financeiros visando dar celeridade nas ações”, completou a deputada Janaina Paschoal

Outra questão fundamental para ambas as deputadas está em saber detalhes sobre as sete propostas recebidas pelo Governo do Estado, ao Procedimento de Manifestação de Interesse – PMI de concessão do complexo, e quais efetivamente cumprem o disposto na Lei 17.099, que autorizou a Fazenda do Estado a conceder o uso da área?

As duas deputadas (foto) votaram favoravelmente à aprovação, pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, do projeto de lei que deu origem à Lei 17.099, permitindo a concessão do Complexo do Ibirapuera para a iniciativa privada.

Entretanto as parlamentares salientaram que, durante o processo de votação e aprovação da matéria, o governo assumiu o compromisso de zelar para que jovens não fossem prejudicados nas atividades esportivas, principalmente os mais carentes, que, em muitos casos, precisam residir em alojamentos do conjunto, visando garantir a dedicação à modalidade desempenhada.

O Governo do Estado através da Secretaria de Esportes ainda não prestou informações sobre o destino de atletas e modalidades esportivas praticadas no local.

A deputada estadual Leticia Aguiar, afirmou que é favorável a concessão à iniciativa privada do Complexo do Ibirapuera, desde que os projetos sejam mantidos; “O complexo receberá um investimento na casa de 225 milhões em obras de revitalização das instalações esportivas, além de ampliação e melhorias, atraindo mais atividades esportivas, shows e eventos que vão gerar emprego e renda. Porém a questão, defendida pela deputada Janaina, por mim e por outros deputados, era que seria mantida a continuidade do projeto com os atletas pelo Governo do Estado.” declarou a Leticia Aguiar.

Para Janaina Paschoal causou surpresa a informação de que o Conjunto Desportivo “Constâncio Vaz Guimarães” seria transformado em Shopping Center.

“Em que pese as informações estarem desencontradas, nos causa estranheza, pois fomos surpreendidas pelo fato de que o Governo do Estado estaria atuando para reduzir ou acabar com o fomento à prática esportiva, motivo pelo qual apresentamos o Requerimento de Informações”, concluiu Janaina Paschoal.