Joi denuncia assoreamento de represa da Usina Santa Bárbara ao Ministério Público


O vereador José Luis Fornasari, o Joi (SD), protocolou, ontem (19), no Ministério Público de Santa Bárbara d’oeste, denúncia à promotora do Meio Ambiente, Érika Angeli Rosa, com relação ao assoreamento da lagoa da Usina Santa Barbara, localizada na SP-135 (Rodovia Dona Margarida da Graça Martins). Essa represa foi esvaziada no último final de semana, para execução de obras contra alagamento na área da rodovia.

Joi tem acompanhado essa situação desde 2013. Segundo ele, a terra que desce dos novos loteamentos (Residencial Firenze e Cintec) ajudou muito a assorear essa represa. No documento encaminhado ao Ministério Público, o parlamentar pede providências à Promotoria, para que o desassoreamento seja realizado. “Está mais que caracterizado o dano ambiental causado pela incorporadora responsável pelos loteamentos, pois retirou a água da represa aparentemente sem nenhuma medida para resguardar o ecossistema aquático. Além disso, essa empresa foi responsável pelo assoreamento do local, o que continua a ocorrer”, afirmou o parlamentar.

O vereador ressalta também que, além da importância para o meio ambiente, essa represa serve de reservatório de água para o Município de Santa Bárbara d’Oeste, podendo servir como apoio ao sistema de abastecimento. Ele destaca que, inclusive, obras do DAE (Departamento de Água e Esgoto) já foram promovidas nesse local. “Por isso, solicitamos os préstimos do Ministério Público Estadual, responsável pela tutela do Meio Ambiente, na apuração da lesão, das responsabilidades, e da indispensável recomposição do meio ambiente degradado”, disse.

 

[fbvideo link=”https://www.facebook.com/joi.fornasari/videos/vb.100003106554630/878128268967383/?type=2″ width=”500″ height=”400″ onlyvideo=”1″]

Assessoria de imprensa

Comentários

Notícias relacionadas