Inscrição para moradias populares continua no CSU

As inscrições cadastrais para moradias populares do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, e Casa Paulista, do Governo do Estado de São Paulo continuam em Santa Bárbara d’Oeste. A Prefeitura, por meio da Secretaria de Promoção Social, informa que já há agendamentos até o dia 2 de dezembro para a realização do procedimento no Centro Social Urbano.

 

Conforme estrutura montada por diversos setores da Administração Municipal, o número de atendimentos diários é de 270. Passando-se esse número, senhas para os próximos dias são disponibilizadas ofertando atendimento para toda a população. Os interessados devem comparecer ao Centro Social Urbano (CSU), localizado na Avenida de Cillo, 650, Jardim Belo Horizonte, até o dia 16 de dezembro. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, no horário das 8 às 16 horas.

 

A secretária de Promoção Social de Santa Bárbara d’Oeste, Maria Cristina Silva, destaca que os atendimentos a serem realizados a partir de agora ocorrerão somente com a emissão de senhas. “Temos a capacidade de atender 270 pessoas por dia. No entanto, logo no primeiro dia, o número de pessoas que procurou pelo serviço foi superior. Sendo assim, começamos a emissão de senhas e já temos agendamentos até o dia 2 de dezembro”, disse. “Sendo assim, os interessados em participar devem comparecer ao CSU nos próximos dias para que consigam pegar suas senhas”, explicou.

 

Para se inscrever os interessados devem estar com os seguintes documentos: RG; CPF; Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão; Título de Eleitor; Certidão de Casamento ou Nascimento; Certidão de Nascimento dos Filhos; Carteira Profissional; último holerite, ou documento que comprove renda (no caso de aposentadoria pode ser o extrato bancário); carnê do INSS (somente para os autônomos) e comprovante de endereço.

 

Bosque das Árvores

 

O empreendimento “Bosque das Árvores” será construído na Zona Sul da cidade e é destinado a famílias com renda mensal de até R$ 1.600,00, com tempo de moradia comprovado no município de no mínimo cinco anos. Além disso, o titular do cadastro deverá ter idade superior a 28 anos. Encerrado o período de inscrições, os cadastros serão unificados e as famílias selecionadas de acordo com os critérios estabelecidos pela Caixa Econômica Federal, responsável pelo programa Minha Casa, Minha Vida.

 

Foto: Luís Eduardo Deffanti

 

Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas