Indaiatuba: Prefeitura e estado retomam conversas para integrar Prodesp a Guarda Civil


Encontro ocorreu no Centro de Operações e Inteligência

 

O prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) e o secretário de Segurança Pública, Alexandre Guedes Pinto receberam na terça-feira (14) o subsecretário de Inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Celso Perioli e o superintendente da Prodesp, Nelson Narimatu. O encontro, que ocorreu no COI (Centro de Operações e Inteligência) da Guarda Civil, teve como objetivo retomar as conversas para a integrar o sistema de monitoramento veicular das cidades que compõem a Crim (Central Regional de Monitoramento) com a Prodesp. O secretário de Segurança Pública de Campinas, Luiz Augusto Baggio também esteve em Indaiatuba.

“Já tivemos outras conversas sobre o tema, mas com mudança de secretários na área de segurança no Governo do Estado estamos retomando o assunto e ficamos muito satisfeitos com a reunião junto ao senhor Celso”, comenta Alexandre Guedes. “Agradecemos a Ester Vianna e Carmem, da Agemcamp, que participaram da reunião e estão empenhadas desde o início nessa nossa solicitação e aliás sempre nos ajudando com as questões da segurança na região metropolitana”, agradece o secretário de Segurança Pública.

O subsecretario conheceu os detalhes de funcionamento do sistema de segurança de Indaiatuba e os resultados obtidos nos últimos cinco anos. “O senhor Celso disse que terá uma reunião com o secretário Estadual de Segurança sobre o assunto e também com a área técnica do Estado para que possamos avançar o quanto antes e colocar Indaiatuba como um projeto piloto em São Paulo para essa integração com a Prodesp e obtendo o resultado positivo o projeto poderá ser expandido para outros municípios”, revela o secretário municipal de Segurança.

O principal objetivo do convênio proposto é integrar os dados concentrados na Prodesp como carros roubados e furtados ao sistema de monitoramento veicular de Indaiatuba. “Dessa maneira os carros que estão cadastrados na Prodesp e que circularem em Indaiatuba poderão ser abordados e averiguados”, comenta. “Atualmente os nossos agentes do setor de Inteligência vão até a Delegacia pegam uma cópia do boletim de ocorrência e lançam os dados no sistema. Com o convênio não será mais necessário isso e principalmente teremos condições de averiguar os veículos com restrição de todo o Brasil e que possam estar circulando em Indaiatuba sem sabermos que apresenta problema. Hoje ficamos restritos aos casos registrados em Indaiatuba e nas cidades integrantes da Crim”, relata. Lembrando que essas informações serão compartilhadas com a automaticamente com a Polícia Militar de Indaiatuba. “Temos um convênio com a Polícia Militar, no qual um policial fica em nosso centro de operações e a cada alerta emitido pelo nosso sistema o mesmo comunica a rede da PM e assim temos as duas forças policiais unidas para o combate da criminalidade”, relata.

Também participaram da reunião o chefe da Telemática da PM, coronel Adilson; o subcomandante do 47º BPMI, major Edilson Santos; o novo comandante da 4ª Companhia do 47º BPMI, capitão Júlio Cesar Tirabassi; o diretor da Guarda Civil, Mário Sérgio Zombine; o coordenador de Inteligência da GC de Indaiatuba, Bauer Marques Dias; o gerente de TI do COI, Tiago Brito e o consultor, Willian Barbanera.

 

Foto: Gil Nunes – SCS/PMI

 

Comentários

Notícias relacionadas