Indaiatuba: Guarda Civil tira de circulação 36,3 kg de drogas em fevereiro, 10 traficantes são presos

Dois menores foram apreendidos pelo mesmo delito

 

A Guarda Civil termina fevereiro com saldo de 36,3 quilos de drogas recolhidas das ruas e dez traficantes presos e dois menores apreendidos em flagrante cometendo o crime de tráfico de entorpecentes. Somando aos números de janeiro a corporação já tirou das ruas 38,3 e prendeu 22 pessoas, além dos menores apreendidos. Ainda em fevereiro 12 menores foram conduzidos até a Delegacia e liberados aos pais ou responsáveis pela autoridade policial de plantão. Tudo isso foi resultado de 27 ocorrências atendidas em 28 dias, somente relativas ao tráfico de drogas. “Só esclarecendo não há aumento de tráfico, o que tem ocorrido são ações integradas entre as forças policiais que levam a detenção de diversos traficantes”, comenta o secretário de Segurança Pública, Alexandre Guedes Pinto.

Em fevereiro ainda ocorreu a recuperação de 14 veículos, que somados aos seis de janeiro já totalizam 20 automóveis em motos localizados pela Guarda Civil no primeiro semestre de 2015. Também foram recolhidas quatro armas em fevereiro.

 

RELEBRANDO ALGUMAS OCORRÊNCIAS

Após denúncia feita a uma equipe da Guarda Civil, no dia 2 de fevereiro, durante patrulhamento preventivo foram localizados 43 tijolos de substância semelhante a maconha, totalizando 24,765 quilos e duas balanças de precisão. Durante o trabalho de rotina dos Guardas populares informaram que um indivíduo havia escondido entorpecentes em um telhado de uma residência no Jardim Eldorado. Com apoio de outras viaturas foi realizada a averiguação no local indicado e localizado o entorpecente. Também foram achadas mais 150,6 gramas de possível pasta base de cocaína, além de outro tijolo de maconha e outros entorpecentes. Tudo foi conduzido até a Delegacia de Polícia e apreendido pela autoridade de plantão. Ninguém foi preso.

Já no dia 7 de fevereiro, com uma denúncia de um ponto de tráfico, a Guarda Civil localizou um local que possivelmente era usado para embalar entorpecentes. Dessa vez, a ocorrência foi no Jardim Morada do Sol. A equipe foi o local indicado e com a autorização do pai de K.P.G.A., 13, que informou desconhecer a existência de entorpecente em sua residência, foi feita uma vistoria na residência. Foram localizadas 94 porções de maconha, 286 de cocaína, 137 gramas de maconha em barro e seis papelotes de crack e mais 1.662 embalagens vazias usadas para entorpecentes e uma balança de precisão.

 

PROGRAMA VIVER

Lembrando que o prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) lançou o Programa Viver. Que consiste em um trabalho multidisciplinar é ao mesmo tempo simples, inovador e de grande eficácia, que organiza as iniciativas existentes na comunidade. As ações deixam de ser isoladas. Para toda essa coordenação foi criada a Central de Risco, composta por funcionários qualificados e um software de última geração. Assim que recebe a indicação de uma pessoa vulnerável, ela envia uma equipe treinada do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) para referenciar e acolher a família.

Com todos os dados em mãos, os profissionais traçam um Plano de Atendimento específico levando em conta o local da residência e projetos existentes no banco de dados. Essa pessoa é convidada a participar desse Plano. Mensalmente ela é acompanhada para avaliação, revisão e alterações no programa, até seu desligamento ou necessidade de outras intervenções.

O Programa Viver foi estruturado sobre cinco premissas básicas: proteger crianças e adolescentes que não estão envolvidos com as drogas; recuperar os iniciantes, que devem ser reintegrados à vida produtiva e saudável; trabalhar a drogatização considerando a necessidade de recuperar dependentes químicos como missão da sociedade; combater com ações permanentes e enérgicas o traficante e o fornecedor de entorpecentes. O sucesso do programa está diretamente vinculado à participação de toda a sociedade.

A Central de Risco já pode ser acionada pelo número 3875-6600. O horário de funcionamento é das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

 

 Foto: Eliandro Figueira – SCS-PMI

Comentários

Notícias relacionadas