Indaiatuba: Exportação sobe 27,25% no primeiro bimestre do ano em relação a 2014

Em janeiro e fevereiro o município exportou US$ 66.805.942 e registrou avanço

 

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio divulga os dados da Balança Comercial referente ao primeiro bimestre de 2015. De acordo com os dados levantados pela Secretaria de Desenvolvimento de Indaiatuba, em janeiro e fevereiro o município exportou US$ 66.805.942 e registrou um avanço de 27,25% em relação ao mesmo período de 2014 quando a exportação foi de US$ 52.498.304. Nas importações o valor foi de US$ 188.551.975 equivalente a uma queda de 1,282% em comparação ao primeiro bimestre de 2014. No ranking de exportações da RMC (Região Metropolitana de Campinas) Indaiatuba está em 3º lugar. No Estado de São Paulo Indaiatuba está em 21º lugar e no Brasil em 84º.

No primeiro bimestre os cinco principais países de destino foram: Argentina, Estados Unidos, México, Venezuela e Emirados Árabes Unidos. Os principais países de origem foram: Japão, China, Estados Unidos, Alemanha e Taiwan. Os produtos que mais saem de Indaiatuba para o exterior são: automóveis de passageiros; partes e acessórios dos veículos automóveis, máquinas-ferramentas para forjar ou estampar, veios (árvores) de transmissão, entre outros. Os produtos mais importados pelo município, foram: aparelhos elétricos para telefonia ou telegrafia por fios, partes e acessórios dos veículos e automóveis, circuitos integrados e microconjuntos electrónicos, entre outros.

 

Acompanhe o ranking de janeiro a julho na exportação da RMC em US$

 

Campinas 133.672.530

Paulínia 91.739.797

Indaiatuba 66.805.942

Sumaré 46.896.664

Vinhedo 42.770.899

Americana 23.016.414

Itatiba 17.913.230

Hortolândia 16.033.274

Monte Mor 13.993.093

Cosmópolis 12.921.706

Valinhos 12.318.562

Nova Odessa 10.240.684

Santo Antônio de Posse 8.815.929

Santa Bárbara d’Oeste 6.845.531

Jaguariúna 6.641.213

Artur Nogueira 3.140.312

Pedreira 2.694.389

Engenheiro Coelho 2.309.399

Morungaba 525.219

Holambra 310.423

 

Crédito: Arquivo- Eliandro Figueira SCS/PMI

Comentários

Notícias relacionadas