Indaiatuba é a melhor cidade do estado em gestão fiscal


A pesquisa foi divulgada na quinta-feira (18) pela Firjan

 

Indaiatuba é melhor cidade do Estado em Gestão Fiscal, conforme divulgado na quinta-feira (18) pela Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro). Conforme a instituição, o município está entre 0,8% das cidades do Estado com administração considerada de excelência. De acordo com os critérios e metodologias usados pela FIRJAN Indaiatuba tem um índice de 0,8513, enquanto a média do Estado é 0,5163 e do Brasil e menor ainda ficando em 0,4545 “Desde a criação do índice Firjan estivemos entre as dez cidades mais bem avaliadas em gestão fiscal no Brasil, na revelação desta ano estamos em primeiro lugar no Estado e não é surpresa, pois há anos trabalhamos com planejamento que nos permite investir no lugar certo, otimizando as verbas públicas e com austeridade conseguimos realizas mais”, revela o prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB). “Essa avaliação na qual fomos considerados como uma administração de excelência comprova a seriedade com a qual administramos Indaiatuba. Nossos índices estão à frente de todas as Capitais Brasileiras e isso nos dá muito orgulho”, comemora.

O objetivo do estudo é avaliar a qualidade da gestão fiscal dos municípios brasileiros e fornecer informações que auxiliem os gestores públicos na decisão de alocação dos recursos. Composto pelos indicadores Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida, o índice varia de 0 a 1. Quanto maior a pontuação, melhor a situação fiscal do município. Cada um deles é classificado com conceitos A (Gestão de Excelência, com resultados superiores a 0,8 ponto), B (Boa Gestão, entre 0,6 e 0,8 ponto), C (Gestão em Dificuldade, entre 0,4 e 0,6 ponto) ou D (Gestão Crítica, inferiores a 0,4 ponto).

 

 

Índica FIRJAN de Gestão Fiscal SP IFGF Receita Própria
Gastos com Pessoal
Investimentos Liquidez Custo da Dívida
Média dos Municípios 0,5163 0,3863 0,5872 0,4454 0,4988 0,8488
Mediana dos Municípios 0,5140 0,3348 0,5880 0,3881 0,5250 0,8871
Máximo dos Municípios 0,8513 1,0000 1,0000 1,0000 1,0000 1,0000
2013 Mínimo dos Municípios 0,1939 0,0339 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000
Ranking IFGF Geral UF Município IFGF Receita Própria Gastos com Pessoal Investimentos Liquidez Custo da Dívida
Nacional Estadual
SP Indaiatuba 0,8513 0,9905 0,8295 0,5786 1,0000 0,8659
10º SP Hortolândia 0,8322 0,6852 0,8490 0,9887 0,7892 0,8701
12º SP Araras 0,8215 0,8538 0,6504 0,7484 1,0000 0,8969
13º SP Guararema 0,8192 0,3394 1,0000 1,0000 0,9107 0,8788
14º SP Ilhabela 0,8188 0,6009 0,8919 0,7117 1,0000 0,9782
20º SP Sales 0,7970 0,4547 0,7097 1,0000 1,0000 0,8496
26º SP São Bernardo do Campo 0,7873 0,8448 0,9557 0,8890 0,5269 0,6358
31º SP São José do Rio Preto 0,7806 1,0000 0,8396 0,7051 0,6106 0,7066
32º SP Bilac 0,7757 0,4158 0,6584 0,9788 1,0000 0,8876
35º 10º SP Caraguatatuba 0,7751 0,7186 0,7580 0,5636 1,0000 0,9107

 

Assessoria

Comentários

Notícias relacionadas