Indaiatuba: Central Regional de Inteligência e Monitoramento localiza veículo roubado em Jundiaí

Passageiros confessaram o crime e condutor estava procurado pela Justiça

 

Por meio da Crim (Central Regional de Inteligência e Monitoramento) a Polícia Militar de Indaiatuba abordou na última quinta-feira (29) um veículo do modelo Siena. O automóvel era produto de roubo na cidade de Jundiaí, que integra a Crim. O carro, no final da tarde, passou por uma área monitorada de Indaiatuba e alerta foi emitido para as viaturas da Guarda Civil e Polícia Militar. Foi realizado patrulhamento com vistas ao veículo e minutos depois uma equipe da PM localizou o Siena na avenida Fábio Roberto Barnabé, no sentido centro-bairro, nas proximidades da rodovia João Ceccon. O automóvel estava ocupado por três pessoas, sendo que os dois passageiros confessaram o delito em Jundiaí e o condutor estava foragido da Justiça. Tudo e todos foram encaminhados até a Delegacia para as providências de praxe.

CONHEÇA A ORIGEM DA CRIM

A criação da Crim é um plano antigo do prefeito de Indaiatuba, Reinaldo Nogueira (PMDB). “O prefeito Reinaldo Nogueira sempre defendeu que a Segurança Pública para ser eficiente tem que ser planejada, executada e integrada, de maneira regional, metropolitana”, lembra.

Com o sucesso do Plano de Segurança de Indaiatuba, que teve início em 2009, através da implantação de novas tecnologias e de inteligência e com a redução histórica dos índices de criminalidade, a ideia de integração tornou se ainda mais viável. “Quanto mais cidades integradas, maior seria o cerco à criminalidade”, completa Alexandre.

Assim em novembro de 2012 foi criada, a Crim. A interligação permite que o alarme sonoro e visual seja acionado ao mesmo tempo nos centros de operações das cidades envolvidas na ocorrência, assim que um veículo suspeito é detectado. A informação é passada automaticamente em tempo real para todas as guardas civis interligadas.

Atualmente estão interligadas 11 cidades: Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Jundiaí, Limeira, Louveira, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Vinhedo.

 

 

Foto: Divulgação

 

 

GILMAR NUNES

Comentários

Notícias relacionadas