fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Inclusão Financeira: como as Fintechs têm facilitado a bancarização dos brasileiros

60 milhões de brasileiros ainda não possuem conta em bancos segundo o IBGE

Transferências, pagamentos, empréstimos, todas essas transações estão hoje na palma de nossas mãos. Basta clicar em um aplicativo no celular que as longas filas em bancos ou lotéricas ficam para trás. Mas, apesar de ser a realidade de muitas pessoas, essas facilidades não estão presente na vida de todos. Segundo última pesquisa divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 60 milhões de brasileiros não possuem nenhum vínculo com instituições financeiras.

De acordo com o Banco Mundial, essas pessoas continuam excluídas do sistema bancário devido as dificuldades de acesso impostas pelos bancos, como restrições cadastrais. Isso acaba atrapalhando diretamente a economia do país, já que, mesmo sem possuir nenhum vínculo com alguma instituição financeira, os “sem-banco” brasileiros movimentam cerca de R$ 665 milhões ao ano – valor maior do que o PIB do Chile. Além disso, atualmente também existem mais de 200 milhões de micro, pequenas e médias empresas formais e informais em economias emergentes que não contam com financiamento adequado que permita a eles investir e crescer.

Essa é a missão das Fintechs: bancarizar a população dando a ela linhas de créditos e possibilidade de crescimento econômico, sem burocracia e análises, ajudando assim o país como um todo. Um exemplo é a startup Cobre Fácil que desenvolveu uma conta digital voltada, especialmente, ao público de brasileiros desbancarizados. A plataforma começou dando aos seus clientes suporte na hora de receber por um produto ou serviço, através do gerenciamento de boletos bancários e recebimento por cartão de crédito.

Para isso, a Cobre Fácil criou uma conta digital com serviços financeiros básicos como consultar saldos e extratos financeiros; realizar pagamentos de contas e boletos; transferências; recarga de celular; bloqueio e desbloqueio de cartão; além de realizar saques em terminais 24horas com o cartão internacional da rede MasterCard, tudo isso de forma simples e sem burocracia na hora da adesão.

Hoje, a startup conta com 14 mil cadastros, mas quer ir além, de acordo com seu CEO Paulo Henrique, o próximo passo é transformar a Cobre Fácil no Market Place do serviço financeiro. “Nosso objetivo é plugar todos os serviços financeiros em nossa plataforma, automatizar como gerar notas fiscais, empréstimos e outros com a ajuda de parceiros para facilitar ainda mais a vida de nossos clientes e proporcionar uma inclusão financeira ainda maior”, explica Paulo Henrique.

Sobre a Cobre Fácil

A Cobre Fácil é a solução inteligente para quem procura uma forma mais simples e completa de gerenciar seus recebimentos com taxas acessíveis. Fundada em 2016 em são José do Rio Preto (SP), a Fintech, startup de serviços financeiros, realiza a emissão de boletos bancários registrados, cobranças via cartão de crédito, emissão e gestão de carnês e mensalidades, alertas de cobranças, personalização de faturas e outras funcionalidades relacionadas.

A diferença, e grande vantagem, entre a Cobre Fácil e os bancos tradicionais é que o cliente será cobrado apenas quando o boleto for pago, sem custos de emissão, baixa, cancelamentos e segundas vias de uma forma segura, ágil e simples, ajudando a reduzir o número de inadimplências do seu negócio.

A plataforma é direcionada a autônomos, MEIs, PMEs e franqueadores de micro franquias, e conta com a Brink’s como investidora do negócio. A Cobre Fácil também disponibiliza para seus clientes uma conta digital com cartão internacional Mastercard e serviços de pagamentos, transferências, saques, recarga de celular e outros. Com sede em São Paulo, a solução já soma mais de 14 mil cadastros em todo o território nacional.

Comentários

Dennis Moraes