RMC 

Inauguração do novo prédio da PUC-Campinas


O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, e o vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira, participaram na manhã desta segunda-feira, 15 de fevereiro, da inauguração do Centro de Ciências Humanas e Sociais, no Campus I da PUC Campinas. O evento contou com a participação de autoridades como Arcebispo Metropolitano e Grão-Chanceler da PUC, Dom Airton José do Santos, o arcebispo emérito, Dom Gilberto Pereira Lopes, e a reitora da Universidade, Ângela de Mendonça Engelbrecht.

 

O novo prédio abrigará as diretorias das faculdades do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHSA) e da Faculdade de Direito, que deixará o “Pátio dos Leões”. O Centro também receberá as faculdades de Biblioteconomia, Ciências Sociais, Educação, Educação Física, Filosofia, História, Serviço Social e Teologia.

 

Os programas de pós-graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião e Educação também passam a funcionar no novo complexo.

 

Jonas parabenizou os representantes da PUC e lembrou que a universidade tem crescido sem abrir mão da qualidade de ensino que ela oferece. “Eu quero cumprimentar a PUC-Campinas, porque em um momento difícil que o País está passando, é uma inauguração importante para a cidade. O prédio novo é fantástico não só para a Faculdade de Direito, mas para outros cursos também, e reforça a vocação de Campinas como um centro de conhecimento”, disse.

 

Com a transferência do curso de Direito para o Campus I, o Campus Central, onde fica o Pátio dos Leões, será restaurado. O local foi a residência do Barão de Itapura e o restauro será feito a partir do projeto original. “A história da nossa cidade será regatada por meio deste restauro, que também calha com a revitalização que nós fizemos na Avenida Francisco Glicério”.

 

Além de abrigar as salas de aulas, o novo prédio vai atender demandas específicas da faculdade de Direito com moderna infraestrutura do Núcleo de Prática Jurídica, para acolher a Assistência Judiciária e o Juizado Especial Cível, com salas para realização de audiências reais e simuladas, Salão do Tribunal do Júri e Auditório com capacidade para 300 pessoas.

 

Assessoria de imprensa
Foto: Fernanda Sunega

Comentários

Leia também...