fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Santa Bárbara d´Oeste

Há 28 anos foi inaugurado o Parque Ecológico Municipal “Eliza Marconi Romano

No mês de novembro de 1992, há 28 anos, era inaugurado o Parque Ecológico Municipal “Eliza Marconi Romano”. Para levantar fontes sobre esse local, a equipe de assistentes de documentação do Centro de Documentação Histórica – CEDOC da Fundação Romi, André Villani e Fernando Falcetti, buscou fontes para poder escrever essa história. Localizado na Estrada da Cachoeira, nº1220, em Santa Bárbara d’Oeste, o acesso ao local se dava pela avenida dos Bandeirantes, passando pelo Sesi e 31 de Março. Naquele dia, a VIBA (Viação Barbarense) disponibilizou ônibus extras para facilitar o acesso da população ao parque saindo de meia em meia hora do terminal urbano central.

Segundo os pesquisadores, o parque ecológico foi instalado na área do antigo matadouro municipal, desativado em 1977, localizado na Estrada da Cachoeira. O parque estava em uma extensa área verde, contava com centenas de animais com entrada gratuita para os visitantes. “No local existiu um minimuseu onde eram encontradas plantas do viveiro, animais embalsamados, ovos e coleções de penas. O parque possuiu em média 300 animais entre répteis, aves, anfíbios e mamíferos, e era uma das opções de lazer para o público em geral”, conta a coordenadora do CEDOC da Fundação Romi Sandra Edilene de Souza Barboza.

A inauguração aconteceu em 14 de novembro de 1992, a administração do parque da época afirmava que a finalidade principal era agir como banco genético, atuando na preservação das espécies ali existentes como sua reprodução para soltura em áreas de educação ambiental, pesquisa e lazer. Naquele tempo, um técnico atuava na área de educação ambiental, com objetivo de alcançar alunos e a população realizando palestras, visitas orientadas, exibição de filmes, minicursos e outras atividades. O Parque Ecológico Municipal Eliza Marconi Romano foi desativado em 1998, e atualmente no local funciona o Viveiro Municipal.

O projeto 77/92 de autoria do vereador Reinaldo Corse deu origem a lei nº 2018 sancionada em 21 de outubro de 1992 que denominou o parque ecológico municipal de “Parque Ecológico Municipal Eliza Marconi Romano”. A homenageada foi à mãe do ex-prefeito municipal Isaías Hermínio Romano. Eliza Marconi nasceu em Piracicaba em 1º de abril de 1902, casou-se em 1921 com Roberto Romano com quem teve 10 filhos. Na década de 1950, mudou-se para a cidade de Santa Bárbara d’Oeste. Eliza Marconi Romano faleceu em 22 de setembro de 1958.

Para conhecer mais sobre essa história e ver fotografias do local, acesse o site do CEDOC da Fundação Romi e conheça essa pesquisa:

https://fundacaoromi.org.br/fundacao/index.php?pag=padrao&op=cedoc&id=3656&op2=not&cat=pesquisa-tematica

 

Sobre o CEDOC

O Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi é um espaço vivo de preservação da história, que além de resgatar todo o passado histórico de Santa Bárbara d’Oeste e região, atua na guarda, conservação e disponibilização do acervo da Fundação Romi e da Indústrias Romi – com destaque para o acervo do Romi-Isetta. Além de um espaço expositivo vivaz e dinâmico, o CEDOC realiza o projeto de Educação Patrimonial para crianças e adolescentes, realiza o Processamento Técnico de todos os documentos recebidos e ainda recebe exposições e palestras, promove visitas monitoradas e técnicas, oficinas de capacitação e experimentação. O CEDOC está localizado na Avenida João Ometto, 200, Jd. Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1558. www.fundacaoromi.org.br/cedoc.

Sobre a Fundação Romi

Seu legado iniciou em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi. Tendo como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura, a Fundação Romi é pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, beneficiando mais de 30 mil pessoas, por ano, através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Mantenedora do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, oportuniza a formação integral, autônoma e protagonista de crianças, adolescentes e jovens. Além disso, promove, por meio de seu Centro de Documentação Histórica, projetos de educação patrimonial para crianças do Ensino Fundamental I, para reconhecimento e conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania. Somado a isso, seu Centro de Documentação Histórica também realiza o Processamento Técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa. Dentre as unidades da Fundação Romi também está a Estação Cultural de Santa Bárbara d´Oeste que, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas atende milhares de pessoas por ano. A Fundação Romi está localizada à Avenida João Ometto, 200, Jd. Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Comentários