RMC 

Guardas de Nova Odessa e Sumaré realizam treinamento de cães policiais

As guardas municipais de Nova Odessa e Sumaré realizaram um treinamento conjunto com cães policiais, no início deste mês, no Estádio Municipal Natal Gazzetta, em Nova Odessa. A atividade foi feita para manter o condicionamento físico e a especialidade dos animais, além da troca de experiência entre os patrulheiros.

No treinamento, os cães “Mel’s” e “Baruck”, da raça Pastor Belga Malinois, de propriedade dos guardas novaodessenses Cleberson Rodrigo de Jesus e Luciel Carlos de Oliveira, mostraram que estão prontos para entrar em combate. “Em treinamento de faro, com várias pistas e abordagem de suspeito com reação ou não, todos os animais foram muito bem. É bonito de ver. Eles estão em pleno vigor físico”, conta o guarda Rodrigo.

A ação ainda simulou uma fuga, para aperfeiçoar o processo de intervenção e imobilização de suspeitos. “O uso de cães como ferramenta de trabalho na área de segurança é extremamente eficaz. Com uma equipe treinada e animais preparados, é possível reforçar a segurança em nossa cidade, principalmente no combate ao tráfico de drogas, um dos principais vilões da família”, disse o diretor de Segurança Municipal, Franco Júlio Felippe.

O diretor adiantou, inclusive, que a Guarda de Nova Odessa está adaptando um veículo para iniciar as ações, em fase de testes, com cães. “Queremos começar o mais rápido possível”. O guarda municipal Rodrigo, treinador e proprietário da Mel’s, é adestrador habilitado e possui um canil com seis cães, dos quais três estão preparados para patrulhamento, intervenção tática e faro de drogas e armamento. Por isso, a parte operacional do canil municipal ficará sob responsabilidade dele, supervisionado pelo Inspetor Luciel, que também já possui experiência com cães policiais e é o dono do Baruck.

O treinamento contou ainda com a participação de diversos parceiros de treinamento e dos guardas de Sumaré, Rafael com o cão Yuri e Assis com os animais Killer e Colt, todos da raça Pastor Belga de Malinois.

Comentários

Leia também...