Grupo Pioneiros do Catira e Ivan Vilela fazem encerramento do Cultura da Terra


O grupo Pioneiros do Catira e o músico Ivan Vilela são as atrações do último dia do Festival do Orgulho Caipira de São Paulo.

 

O evento que sagrou-se como um resgate à cultura caipira, estimulando um novo olhar da população regional sobre suas raízes e tradições, encerra seu festival neste dia 28/06, com as estrelas do grupo Pioneiros do Catira e o músico Ivan Vilela.

 

Fruto de uma premiação conquistada através do Edital ProAC nº 06/2014 – Festivais de Artes, da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo, o Cultura da Terra – festival do Orgulho Caipira, realizado pela Estação Cultural da Fundação Romi, contou com a parceria da IDEAL Comunicação Externa, SERTRAN Transportes e Nova Via, Departamento Municipal de Transportes e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Santa Barbara d´Oeste.

 

Quem abre a manhã do domingo, 28/06, a partir das 10h da manhã é o grupo Pioneiros do Catira. Com a missão de difundir a cultura da dança do catira que, segundo alguns historiadores, foi incutida no caminho das bandeiras, pois era praticada pelos peões dos Bandeirantes, e assim foi sendo defendida pelos peões por onde eles acampavam, foi também o elo pacificador nas épocas da colonização do Brasil. Recebendo influência sertaneja, é uma dança do folclore brasileiro, em que o ritmo musical é marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos. Com oito catireiros e dois violeiros, os Pioneiros do Catira prometem um “rasqueado” ritmado, “escova”, bate-pé, bate-mão, e muitos compassos.

 

Encerrando o festival, Ivan Vilela sobe ao palco do Armazém da Estação Cultural. Seu trabalho musical caracteriza-se pelo diálogo e profundo respeito pela música de tradição popular brasileira, pela MPB e pela música erudita. O show mescla músicas dos álbuns “Do Corpo à Raiz” e “Paisagens”, com composições suas, e pelo “Dez Cordas”, com arranjos seus feitos para diversos representantes da música nacional e internacional, passeando por Chico Buarque, Edu Lobo, Almir Sater, Lennon e McCartney, Tião Carreiro e George Harrison, além de composições inéditas.

 

Segundo a Superintendente da Fundação Romi, Marcia Ameriot, o Cultura da Terra é um marco para as regiões metropolitanas de Sorocaba e Campinas, sobretudo, para a cidade de Santa Barbara d´Oeste, porque resgata e difunde a história e a cultura caipira dessa região do Estado de São Paulo. Valoriza e disponibiliza o acesso à população local e do entorno de forma democrática e acessível. Ainda segundo ela, a equipe da Fundação Romi já está planejando a segunda edição do evento e pretende firmar a data no calendário cultural do município. “O projeto não almeja apenas fomentar as atividades específicas do município e região, mas busca ser, sobretudo, um desafio coletivo na recuperação e difusão da memória, da identidade e da história de um povo e sua cultura.”

 

Vá de ônibus! Usar o transporte coletivo municipal, faz bem para cidade.

 

Todos os shows são gratuitos e, além disso, aqueles que preferirem economizar o combustível, evitar os transtornos de trânsito e custos de estacionamento, podem contar com um ônibus exclusivo. O Departamento de Transporte Municipal e a Nova Via, disponibilizarão ônibus exclusivos fazendo o trajeto do terminal urbano até a Estação Cultural durante os três dias do Festival do Orgulho Caipira de São Paulo “Cultura da Terra”.

 

Desfrute o passeio, vá de ônibus usando a Integração! O público poderá ir ao evento utilizando o transporte público municipal. Os veículos começam a circular, partindo do terminal para Estação Cultural, meia hora antes do início do evento. Na sexta-feira, 26, às 18h30. No sábado, 27, às 17h30, e no domingo, 28, às 9h30. O circular encerra o trajeto meia hora após o final do festival, partindo da Estação Cultural para o terminal central.

 

Cartão Integração – No sábado, 27, e domingo, 28, o Departamento de Transporte Municipal terá um estande para confecção do cartão integração. Basta levar os documentos pessoais (RG e CPF) e uma (01) foto 3×4.

 

 

Programação completa

 

  • 26/06, sexta-feira, a partir das 19h, show da Orquestra Barbarense de Violas e do músico Paulo Freire.
  • 27/06, sábado, a partir das 18h, apresentação do músico Bob Vieira, contação de causos com a Cia Xekmat e show com Levi Ramiro.
  • 28/06, domingo, a partir das 10h, apresentação dos Pioneiros da Catira e encerramento com o músico Ivan Vilela.

 

 

Estação Cultural

 

Inaugurada em 2007, a Estação Cultural é resultado da revitalização da antiga estação ferroviária de Santa Bárbara d´Oeste pela Fundação Romi. O local tornou-se referência em toda a região por oferecer opções culturais de qualidade e gratuitas para todos os públicos ao longo do ano. Desde sua inauguração, mais de 150 mil pessoas já visitaram e participaram de suas oficinas, eventos e exposições. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 3455-4830.

 

Fundação Romi

 

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social por meio da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 37 mil pessoas por ano por meio de seus quatro grandes eixos: Centro de Documentação Histórica (CEDOC), o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil (CEDIN), o Núcleo de Educação Integrada (NEI) e a Estação Cultural (EC). Tendo como apoiadora as Indústrias Romi S.A. , instituições governamentais, não governamentais e a iniciativa privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir números mais expressivos por meio de suas áreas de atuação, seus programas e seus projetos.

Comentários

Notícias relacionadas