SB24Horas

Notícias na hora certa!

Governo do Estado libera R$ 100 milhões em créditos para empresas quitarem dívidas da pandemia

Créditos do Banco do Povo vão apoiar as empresas negativadas na retomada econômica e na regularização da situação junto aos órgãos de proteção ao crédito

O Governador João Doria anunciou, nessa quarta-feira (9), a liberação de R$ 100 milhões em créditos do Banco do Povo Paulista para empresas negativadas no período de pandemia da COVID-19. O programa Nome Limpo oferecerá crédito a juro zero para que os empresários possam quitar suas dívidas e recuperar a saúde financeira dos negócios. O lançamento da nova linha é mais uma iniciativa do Governo de SP para apoiar os empresários de todo o estado no enfrentamento da pandemia.

“Temos que recuperar a normalidade econômica no estado de São Paulo. O programa do Bolsa do Povo atenderá, com R$ 100 milhões em créditos, os microempreendedores que sofreram com a pandemia”, disse Doria.

O programa vai facilitar a regularização da situação de empresários negativados junto aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. O crédito será destinado a pessoas jurídicas qualificadas como MEI (Microeemprendedor Individual), ME (Micro Empresa), Eireli (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou LTDA (sociedade limitada). Serão liberados até R$ 5 mil para cada CNPJ negativado a partir de março de 2020. O calendário de operação da linha e as regras gerais para obtenção do crédito serão divulgadas pelo Banco do Povo.

“Esta linha de microcrédito é um grande auxílio para os empresários que poderão contar com apoio para limpar o nome de suas empresas. É uma medida importante para garantir o crescimento da economia”, disse o presidente do Desenvolve SP, Sérgio Gusmão Suchodolski.

O Banco do Povo Paulista (BPP) está presente em todo estado de SP, sendo que mais de 500 municípios operam a política de microcrédito descentralizada. O BPP desembolsou no ano passado R$ 315,7 milhões em mais de 19 mil operações. Para este ano, a meta é atingir R$ 378 milhões e atingir um número ainda maior, superando 30 mil empreendedores em todo o estado.