Google é acionado na Justiça brasileira para explicar coleta de dados do Street View

A Justiça concedeu uma liminar na última terça-feira (9) obrigando o Google a prestar esclarecimentos sobre uma suposta coleta de dados ilegal feita por veículos do serviço Street View. O pedido se refere a um caso de 2010, quando a empresa admitiu que seus carros acidentalmente capturaram dados transmitidos em redes sem fio no mundo todo, inclusive no Brasil. Na época, a empresa se desculpou publicamente e mostrou relatórios de uma consultoria independente mostrando que apenas dados de redes desprotegidas (sem senha) haviam sido capturados. Segundo o advogado do IBDI, Sérgio Palomares, a intenção da liminar é saber qual a natureza e a quantidade de dados de brasileiros capturados. Além disso, pede explicações sobre o que foi feito com esses dados e onde eles estão agora. Procurada pela Folha, a assessoria de empresa americana disse: “O Google sempre se preocupa com o respeito à privacidade. Todos os aspectos relacionados à coleta de dados no projeto Street View foram endereçados tão logo identificados em 2010, e não há nenhum fato novo”. O pedido liminar foi concedido no dia 9 de julho e publicado no diário oficial no dia 12. O Google tem cinco dias após a intimação –que ainda não ocorreu– para responder à liminar ou sofrerá multa diária de R$ 15 mil.

 

Folha de São Paulo

Comentários

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta