Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Ganso marca e São Paulo segura River Plate na Argentina

O São Paulo conquistou o seu primeiro ponto na Copa Libertadores da América na noite desta quinta-feira, quando ficou no empate diante do River Plate pelo placar de 1 a 1 em pleno Monumental de Nuñez, pela segunda rodada, impedindo assim que a equipe argentina assumisse a liderança do Grupo 1. Os gols foram marcados por Ganso, pelo clube paulista, enquanto Thiago Mendes, acabou fazendo contra para o adversário.

Com o resultado, o River Plate termina a rodada na segunda colocação com quatro pontos, dois atrás do The Strongest. O São Paulo soma um. Já o Trujillanos ainda não pontuou.

O São Paulo foi até a Argentina disposto a atrapalhar os planos do River Plate, mas foi logo tomando um sofoco nos minutos iniciais. Thiago Mendes afastou mal, a bola sobrou na cabeça de Mercado, que tentou o ângulo de Dênis. O goleiro fez um desvio sutíl, o suficiente para tirá-la do gol e ficar no travessão. Na sequência, o arqueiro fez mais uma grande defesa na tentativa de Alario.

Apesar do susto, o São Paulo não recuou e chegou ao gol aos 17 minutos. Após cobrança de falta de Carlinhos, Lugano desviou para Paulo Henrique Ganso, de fora da área, chutar forte para o fundo das redes. A resposta veio aos 32. Dênis tentou afastar o perigo na cobrança de escanteio do River, porém, a bola bateu nas costas de Thiago Mendes, voltou e encobriu o goleiro.

Na segunda etapa, a partida caiu muito de produção. O São Paulo cozinhou o jogou e contou com a habilidade de Ganso para prender a bola no ataque. O River Plate, por sua vez, ameaçava uma pressão, mas pecava no último passe. O lance mais perigo foi no chute de Mora, em que Denis fez uma tranquila defesa. Ex-Internacional, o argentino D’Alessandro entrou na etapa final, mas nada fez para dar o triunfo a sua equipe.

Na próxima rodada, o São Paulo vai até a Venezuela enfrenta o Trujillanos na quarta-feira, às 19h30, no Estádio José Alberto Pérez. Mesmo dia e horário de The Strongest e River Plate no Hernando Siles, na Bolívia.

FPF

Comentários

Dennis Moraes