RMC 

Gama sedia capacitação na implantação de Justiça Restaurativa

A Gama (Guarda Municipal de Americana) recebeu nesta semana uma capacitação de facilitadores na implantação de Justiça Restaurativa em Americana. O encontro contou com a participação de instrutores em práticas circulares restaurativas e guardas municipais de Laranjal Paulista, representantes da Gama, Secretaria de Ação Social, das redes Municipal e Estadual de Educação, Vara da Infância e OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

 

Durante a capacitação, os integrantes do grupo receberam treinamento sobre o Círculo Restaurativo, metodologia que faz parte do programa. A Justiça Restaurativa prevê o diálogo entre vítima e autor de crimes como parte do processo de recuperação e conciliação entre as partes. Trata-se de um projeto de Justiça com enfoque na cultura de paz, por meio da responsabilização, empoderamento e o pertencimento ao meio.

 

Em Americana, o juiz das Execuções Criminais e da Infância e Juventude de Americana, Gerdinaldo Quichaba Costa, propôs a criação de um grupo para a implantação do programa, que já teve início e segue na fase de introdução. Após a capacitação dos profissionais, o projeto vai atender inicialmente crianças e adolescentes em conflito com a lei, incluindo o ambiente escolar nos seus conflitos.

 

Há 12 anos, a ONU (Organização das Nações Unidas) incentivou que o Brasil começasse a implantação do projeto em três regiões do país. Com resultados positivos, a Justiça Restaurativa foi implantada em outros locais.

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários

Leia também...