24Horas Santa Bárbara d´Oeste 

Fumacê noturno segue no Jardim Europa e Vila Sartori

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, por meio da Secretaria de Saúde, segue com a aplicação do Fumacê noturno em bairros do município. Nesta quarta-feira (26), as equipes do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), com apoio da Sucen (Superintendência do Controle de Endemias), órgão vinculado ao Governo do Estado de São Paulo, iniciaram o segundo ciclo do procedimento em vias do Jardim Europa e Vila Sartori.

 

A nebulização ocorre acoplada a um veículo, sendo executada por duas equipes. A programação do CCZ e da Sucen é de realizar quatro ciclos, monitorando a eficiência dos trabalhos para que as áreas de atuação sejam ampliadas. Os trabalhos continuam nos próximos dias, percorrendo cerca de 70 vias por noite.

 

Algumas precauções devem ser tomadas no momento do procedimento, como explicou o coordenador do CCZ, Alexandre Visockas. “Ao deixar as portas e janelas abertas, é importante que a população tome cuidado e proteja os recipientes com água dos animais de estimação. Nenhum alimento, bebida ou algo que será consumido deve estar exposto”, alertou.

 

Paralelo a isso, as equipes da Prefeitura seguem com o cronograma de visitas em residências e comércios, realizando o trabalho de orientação à população. Além disso, há a nebulização em residências, distribuição de panfletos, cartazes e notícias veiculadas nos jornais, internet e rádio tratando do tema. O Centro de Controle de Zoonoses também realiza palestras em escolas e comunidades.

 

A Prefeitura pede o apoio da população no combate ao mosquito. Entre as ações de prevenção, a Secretaria de Saúde alerta para tampar reservatórios de água – como cisternas, caixa d’água, tanques e fossas -, manter as calhas limpas, armazenar garrafas com o bico voltado para baixo, manter pneus cobertos evitando acúmulo de água, manter o quintal limpo, roçado, removendo lixo e entulhos, armazenando-os em recipientes adequados e depois os destinando à coleta. A população também deve colocar areia nos pratinhos de plantas, lavar com bucha recipientes de alimentos de animais domésticos pelo menos uma vez por semana, abrir portas e janelas quando a nebulização estiver sendo feita na rua e nunca deixar de atender em casa o agente de saúde.

Foto ilustrativa

Assessoria de Imprensa

Comentários

Leia também...