Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Fórum Cultura + Diversidade Rio de Janeiro 2021 termina nesta sexta com apresentação musical de Gabrielzinho do Irajá

Evento discutiu propostas e soluções para uma cidade mais inclusiva e acessível no período pós pandemia

A edição 2021 do Fórum Cultura + Diversidade Rio de Janeiro termina nesta sexta, 17, após uma semana de painéis cujo principal objetivo foi propor discussões e apresentar soluções para uma cidade mais acessível e inclusiva para segmentos cuja importância e representatividade são latentes dentro da sociedade.

Mostrando sua solidez e consistência nãos painéis, o Fórum teve participações decisivas como a do prefeito Eduardo Paes já na abertura, além do Secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, Jaime Calado, entre outras figuras importantes no mundo corporativo, empreendedores, empresas, profissionais, estudantes e líderes de entidades debateram as oportunidades de capacitação, empregabilidade e apoio ao empreendedorismo de MULHERES, NEGRES, LGBTQIA+, PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, JOVENS, 50+, MIGRANTES/REFUGIADOS E POVOS INDÍGENAS, a partir de experiências coletivas e individuais, visando ampliar o debate e propor novas medidas inclusivas para um mundo pós pandemia. Este ano, devido às medidas de restrição relacionadas à COVID19, o fórum foi realizado no formato online, com dois painéis temáticos de debates por dia, transmitidos através do canal oficial do evento, sempre a partir das 19h.

No encerramento que acontece nesta sexta, dois painéis, às 19h e 19h45 discutem educação e mercado de trabalho. No primeiro, Tânia Chaves, Patrícia Guimarães Gil (ESPM – SP), Fernanda Pina ( PUCRJ) e Kleber Rodrigues debatem sobre as Universidades do Futuro, enquanto que Henriete Krutman, Jonatan Alan, Marcos Vieira e Mariana Soriano , do grupo SERES, encerram as discussões falando sobre as novas competências e as profissões do futuro. O encerramento fica por conta da apresentação especial de Gabrielzinho de Irajá, cantor e compositor de samba, que brindará o público com repertório variado de bambas do segmento.