24Horas Santa Bárbara d´Oeste 

Exposição com fotos históricas marca 147 anos de Emancipação Política do Município


Em função das comemorações dos 147 anos de Emancipação Política de Santa Bárbara d’Oeste, data celebrada na próxima quarta-feira (15), a Câmara barbarense promove, na próxima semana, a abertura oficial da exposição “Emancipação Política do Município – 147 anos”. A mostra traz fotos de diferentes períodos da história da cidade, cedidas pelo CEDOC (Centro de Documentação Histórica) da Fundação Romi.

A exposição, que deve permanecer no hall da Câmara até o mês de agosto, será aberta na terça-feira (14), antes do início da 22ª Reunião Ordinária. Além de fotos de prédios históricos da cidade, em diferentes épocas, e de munícipes que contribuíram para a construção de Santa Bárbara d’Oeste, a exposição conta com 20 banners com registros de diversos encontros realizados pela Negadinha da Usina, grupo que reúne ex-moradores e descendentes de antigos funcionários da Usina Santa Bárbara.

“Estamos organizando essa exposição, com o intuito de registrar nossa história e de celebrar a emancipação política de nossa cidade. Um povo sem o conhecimento de sua história, origem e cultura e como uma árvore sem raízes”, afirmou o atual presidente da Câmara, vereador Edison Carlos Bortolucci Júnior, o Juca (PSDB).

Histórico

 

A emancipação política de Santa Bárbara d’Oeste, data registrada na fachada externa da Câmara, cujo prédio é denominado “Palácio 15 de Junho”, se deve à Lei Provincial nº 2, de 15 de junho de 1869, com a criação da Vila de Santa Bárbara dos Toledos. A partir da emancipação da Vila de Santa Bárbara, que deixou de ser subordinada à Vila Nova da Constituição (atual município de Piracicaba), foi criada a primeira Câmara de Vereadores, garantindo liberdade político-administrativa à então Vila, que foi elevada à categoria de cidade pela Lei Estadual 1038, de 19 de dezembro de 1906.

 

A partir da emancipação política do município, em junho, foi criada a primeira Câmara de Vereadores, a qual tomou posse em setembro, que passou a ter seus vereadores como representantes da Administração Municipal. A primeira Câmara barbarense contou com os seguintes parlamentares: Tenente Antônio Teodoro de Oliveira e Souza (presidente por ter sido o mais votado), Joaquim Benedito do Amaral, João Batista Lino, Cesário Cavalheiro Leite, José Ferraz de Campos, João Soares de Godoi e Joaquim Gonçalves de Oliveira Martins.

Comentários

Leia também...