Ex-ministro Roberto Rodrigues fala sobre agronegócios na IBE-FGV de Piracicaba

Inscrições para evento estão abertas e são gratuitas, mas as vagas são limitadas

 

As perspectivas do agronegócio brasileiro serão apresentadas na IBE-FGV de Piracicaba, no próximo dia 21 de julho às 19h30. Realizado em parceria com a Associação Comercial da cidade, o evento contará com palestra do ex-ministro, engenheiro agrônomo, diretor do Centro de Agronegócio da Fundação Getulio Vargas e presidente da Academia Nacional da Agricultura, professor Roberto Rodrigues.

 

Na oportunidade, Rodrigues irá apresentar um panorama atual do setor no país, partindo do princípio que o setor tem sido o responsável por garantir o saldo comercial internacional positivo do Brasil, além de garantir o crescimento do PIB durante anos e continuar gerando emprego e renda.

 

O ex-ministro é um dos principais pensadores da agricultura moderna no Brasil. É também um otimista por natureza. Costuma dizer que o setor é dinâmico e altamente produtivo e rentável, basta apenas resolver o que ele chama de “série de gargalos”, de maneira positiva e construtiva.

 

Roberto Rodrigues atua constantemente em busca de soluções, não apenas no campo das ideias, mas nas práticas diárias entre as esferas públicas e privadas. E aponta caminhos na área de comércio exterior, seguro rural, acordos, preços e logística.

 

Para participar da palestra, as inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail davi.bacchin@ibe.edu.br ou pelo telefone (19) 3403-1717. As vagas são limitadas. A IBE-FGV de Piracicaba fica na Rua Moraes Barros, nº 506, no Centro.

 

Sobre a IBE-FGV

 

A Fundação Getulio Vargas, fundada em 1944, é reconhecida como a melhor escola para preparação de executivos do Brasil. A IBE-FGV começou em 1996 e atualmente forma a maior e mais completa rede de escolas de negócio FGV no interior paulista e uma das maiores do Brasil. A IBE-FGV já formou mais de 30 mil executivos e possui unidades nas cidades de Americana, Campinas, Jundiaí, Limeira, Piracicaba, Vinhedo e Rio Claro.

Comentários

Notícias relacionadas