Estatísticas apontam redução da criminalidade em Nova Odessa

Queda é resultado de ações efetivas e investimento na Guarda Civil Municipal, além de ações conjuntas com as polícias Civil e Militar

Os dados estatísticos divulgados pela SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado de São Paulo apontam queda nos índices de criminalidade em Nova Odessa. Os casos de estupro, roubos e furtos de veículos reduziram em janeiro deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado. Também houve queda nos índices de lesão corporal dolosa e lesão corporal culposa por acidente de trânsito.

Em janeiro deste ano foram registrados cinco roubos e sete furtos de veículos, contra seis e 18, respectivamente, no mesmo período de 2014. A queda destes índices também foi registrada em 2013 quando, no mesmo período, foram contabilizados sete e 26 casos respectivamente.

Os casos de estupro caíram de quatro para uma ocorrência e os acidentes de trânsito caíram para 14 em janeiro contra 24 registrados no mesmo período de 2014. Já os casos de lesão corporal dolosa reduziram de 21 para 17.

A queda nestes índices comprova uma tendência registrada nos últimos dois anos. Em 2013 foram contabilizados, durante todo ano, 103 roubos de veículos, número que caiu para 69 em 2014. Já os furtos de veículos tiveram redução de 278 para 177 casos. Neste período foi registrada ainda queda nos casos de lesão corporal dolosa – que passaram de 273 para 229 – e de acidentes de trânsito – 327 para 283 ocorrências.

Os dados da SSP apontam ainda o aumento dos registros de tráfico de entorpecentes. Foram três casos em janeiro de 2014 e quatro neste ano. Os índices são resultado do fortalecimento do patrulhamento preventivo e da ação conjunta das polícias Civil e Militar e da Guarda Municipal.

Entre as ações para a redução da criminalidade adotadas pela Prefeitura de Nova Odessa, destacam-se uma série de investimentos entre eles implantação do sistema de videomonitoramento, aquisição de viaturas, novas armas e cursos de aprimoramento, entre outras melhorias.

Chefe operacional da GCM (Guarda Civil Municipal) de Nova Odessa, Osair de Oliveira Camargo ressaltou que o aumento no número de ocorrências envolvendo tráfico de entorpecentes é resultado de um trabalho mais efetivo das polícias Civil e Militar, com apoio da Guarda Civil Municipal. “Este aumento significa, justamente, que estamos tendo mais apreensões, que estamos prendendo mais os infratores e isto deve-se a um conjunto de ações tomadas para garantir maior segurança da população”, disse.

A guarda municipal Charlene Fáveri, que responde pelo videomonitoramento, explicou que o sistema é uma ferramenta importante para auxiliar na diminuição dos índices de furtos e roubos em geral. “Além do videomonitoramento, temos um trabalho de patrulhamento direcionado nos bairros, em especial naqueles em que há maior registro de ocorrências”, afirmou. “Por isso é importante registrar o boletim de ocorrência, pois através dele é possível para a polícia traçar as estratégias para coibir as ações criminosas”, disse.

O sistema de videomonitoramento conta com 18 câmeras instaladas em diferentes pontos da cidade, entre eles área central, entradas e saídas do município. Interligado a um banco de dados que inclui outras cidades que contam com o sistema, através dele é possível trocar informações de forma ágil, garantindo ações estratégicas para o combate ao crime.

O sistema utilizado em Nova Odessa foi implantado em setembro de 2013 e entregue em dezembro do mesmo ano. Ele conta com dois tipos de câmeras: as PTZ – que conseguem captar imagens em 360 graus com zoom de 300 a 400 metros, gravar e fazer visualização 24 horas ao dia -, e as OCR, ou “câmeras inteligentes”, que fazem a leitura dos caracteres das placas dos veículos e são ligadas a um banco de dados dos veículos furtados e roubados na região.

A população também pode auxiliar no combate ao crime por meio de denúncias pelo telefone 153. A denúncia pode ser anônima. A sede da Guarda está localizada na Praça Ângelo Paulon, nº 7, Santa Rosa (próximo à rodoviária).

Comentários

Notícias relacionadas