Variedades 

Encontro ABQV fala dos desafios de manter um Programa de Qualidade de Vida

Sâmia Simurro vice presidente da ABQV

Prioridades e estratégias foram debatidas por especialistas do setor

No Encontro Mensal ABQV de setembro, especialistas e profissionais do setor debatem sobre a temática “Desafios de se manter um programa de Qualidade de Vida ao longo dos tempos”.

O evento se dividiu em palestra e uma série de apresentações de 15 minutos de duração ‘Gestores de Programas de Qualidade de Vida nas Empresa’, reunindo cases corporativos e apontando os rumos e os resultados dos objetivos alcançados em cada programa, no que diz respeito a saúde e bem-estar do trabalhador.

De acordo com Sâmia Simurro, vice-presidente da ABQV o foco desta edição do ‘Encontro Mensal’ foi discutir as prioridades e melhores estratégias para implementar um programa sustentável. “Reunimos um time renomado de especialistas para apresentar seus cases e tirar dúvidas sobre os processos de planejamento, criação e execução dos programas de qualidade de vida nas empresas”, informou Sâmia.

A palestra “Estratégias para a saúde e o bem-estar organizacional dentro de um programa de promoção de saúde, bem-estar e qualidade de vida”, foi ministrada por José Antônio Coelho Júnior, especialista em saúde e benefícios da CCR e diretor da ABQV. “Uma política de saúde e bem-estar eficiente deve considerar em suas premissas a curva de envelhecimento como balizador. A longevidade tem que ser tratada como oportunidade e as políticas de facilities precisam estar direcionadas para o colaborador mais sênior”, declarou o palestrante.

Os cases corporativos foram apresentados por Marina Pinheiro, enfermeira do trabalho da Johnson & Johnson; Andreia Oliveira, especialista em Recursos Humanos da Porto Seguro; e Marta Moreno, gerente de benefícios da Natura. Em seguida a mesa redonda por coordenada por Ernst Ludwig Schneider, médico e membro do conselho deliberativo da ABQV.

“Não podemos ter medo de propor novas ideias em relação aos programas. Podemos realizar parcerias com outras empresas e realizar ações que não necessitem de muito recurso financeiro”, afirmou Mariana Pinheiro, da Johnson & Johnson.

“O principal é ouvir o colaborador. Saber o que ele espera de um programa de Qualidade de Vida vai fazer muita diferença na criação dos projetos”, declarou Andreia Oliveira da Porto Seguro.

“O apoio da liderança é fundamental para levarmos adiante os programas de Qualidade de Vida”, pontou Marta Moreno, da Natura.

O Encontro Mensal ABQV foi transmitido ao vivo pela internet com significativa participação dos internautas, de todo o território nacional.

As inscrições para o Encontro Mensal ABQV podem ser realizadas direto no site da Associação, no link http://www.abqv.org.br/eventos-abqv

Sobre a ABQV – Fundada em 1995, a ABQV – Associação Brasileira de Qualidade de Vida, é uma organização sem fins lucrativos, que tem como objetivo estimular ações e programas de qualidade de vida em ambientes corporativos, bem como desenvolver parcerias e convênios com importantes entidades da sociedade brasileira. Tem como foco desenvolver e integrar profissionais para atuação em Qualidade de Vida e influenciar processos de transformação organizacionais e sociais. Para atingir tal meta, oferece subsídios atualizados e relevantes a profissionais que desejam ampliar seus conhecimentos na área, e atuar como multiplicadores de uma rotina que alie harmoniosamente trabalho e bem-estar. Atua em âmbito nacional e possui empresas associadas em todo o Brasil.

A ABQV é parceira do Global Healthy Workplace Awards (GHWA), premiação internacional que reúne os principais líderes em saúde e bem-estar do mundo, idealizada com o objetivo de reconhecer os programas de promoção da saúde no ambiente de trabalho que se destacam globalmente, que também estejam de acordo com o Modelo de Ambiente de Trabalho Saudável estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).  www.abqv.org.br

Comentários

Notícias relacionadas