Política Santa Bárbara d´Oeste Variedades 

Em resposta sobre erosões no São Joaquim, Prefeitura reitera necessidade de licenças ambientais

O vereador José Luís Fornasari, o Joi (SD), recebeu resposta da Administração Municipal, assinada pelo secretário municipal de Governo, Rodrigo Maiello, referente ao Requerimento nº 1.229/2018, por meio do qual pediu informações sobre a contenção das erosões às margens do córrego das avenidas Rafard e Porto Ferreira, no Jardim São Joaquim.

Esta é a terceira propositura protocolada pelo parlamentar sobre o tema. Joi também é autor do Requerimento nº 1.069/2018, protocolado em agosto deste ano, e da Indicação nº 4.653/2015. Além de perguntar sobre a existência de projeto para o local, como havia feito anteriormente, Joi indagou sobre a situação das licenças ambientais necessárias para a execução de melhorias no local.

No entanto, no ofício enviado à Câmara, Maiello apenas reitera as informações já encaminhadas em setembro de que qualquer intervenção nesse trecho depende, primeiramente, de licença de órgãos externos, como a Cetesb – Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental do Estado de São Paulo e o DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica, uma vez que trata-se de APP – Área de Preservação Permanente. A atual Administração estuda ações para conter tais erosões, mas somente após a liberação dos órgãos citados.

“Voltamos a ser duramente cobrados pelos moradores do São Joaquim sobre a contenção dessas erosões, pois até o momento nada foi feito e as erosões só aumentam, podendo chegar à pavimentação em breve. Infelizmente, o último retorno do Executivo não esclareceu em que estágio estão as licenças necessárias para que seja possível realizar a manutenção às margens desse córrego”, afirma Joi.

 

Comentários

Leia também...