Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Em resposta a Dr. José, Prefeitura confirma mais de 500 pacientes à espera de aparelho auditivo


Santa Bárbara d’Oeste tem, atualmente, mais de 500 pacientes na fila de espera por um aparelho auditivo. A informação é do secretário de Governo, Rodrigo Maiello, ao responder questionamento feito pelo vereador José Antonio Ferreira, o Dr. José (PSDB), sobre o atendimento à população carente que precisa desse tipo de equipamento para ouvir melhor.

A Secretaria Municipal de Saúde tem como referência para distribuição de aparelhos auditivos o setor de Otorrinolaringologia da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas.

Segundo a Prefeitura, o paciente precisa ter alguma queixa auditiva e ser encaminhado ao médico otorrino da Secretaria de Saúde. O especialista vai indicar ou não o uso de um aparelho, de acordo com o exame de audiometria. A partir disso, se o caso for de aparelho auditivo, o paciente deverá apresentar cópia simples dos documentos: CPF, RG, Cartão do SUS, comprovante de endereço e audiometria original. Após, essa documentação será encaminhada à Central de Regulação, no Centro Médico, e posteriormente ao Centro de Referência em Campinas – Unicamp.

Ainda conforme a resposta, a Unicamp convoca apenas dois pacientes por mês, preferencialmente crianças e jovens com perda auditiva, para fornecimento dos aparelhos. Com base nas informações, para zerar a demanda por aparelhos auditivos os pacientes terão que aguardar muitos anos na fila, embora a Prefeitura informou que o paciente deve aguardar de dois a três anos para receber o equipamento. “A falta de aparelhos auditivos traz problemas sociais e de saúde aos necessitados e a Administração Municipal precisaria buscar uma alternativa para amenizar o sofrimento desses pacientes que estão à espera do atendimento”, disse o vereador Dr. José.

O aparelho auditivo é caro e a população não dispõe de recursos para a aquisição. Segundo a Secretaria de Saúde, dependendo da marca do equipamento e da quantidade de canais de programação, um aparelho custa, em média, entre R$ 3 mil e R$ 6 mil.

Comentários

Dennis Moraes