Elenco do Via Crucis 2015 é apresentado em coletiva no Tivoli Shopping

Após um mês de oficinas teatrais, o espetáculo Via Crucis de Santa Bárbara d’Oeste anunciou nesta terça-feira (03), em entrevista coletiva à imprensa, o elenco protagonista da 18ª edição da peça, que será realizada de 31 de março a 5 de abril de 2015, no Centro Social Urbano. No evento, realizado na praça de alimentação do Tivoli Shopping, os organizadores da encenação lançaram também a exposição itinerante “A Paixão em Cenas”, que traz 18 fotos das edições anteriores do espetáculo e circulará por seis locais diferentes da cidade, terminando no mesmo período e local das apresentações do Via Crucis.

 

Eide Foner, secretário de Cultura e Turismo, agradeceu o empenho dos participantes em mais uma edição. “É com muita alegria que faço parte do lançamento desta 18ª edição. Um projeto tão bonito da nossa cidade. O Via Crucis é um espetáculo contado de um jeito diferente, emocionando a população de forma profissional e sensível. Essa é uma iniciativa do tamanho de Santa Bárbara d’Oeste e tenho orgulho de trabalhar com todos vocês”, comentou.

 

Pelo terceiro ano consecutivo, o ator Bruno Bortolucci será o protagonista do espetáculo: Jesus de Nazaré. “Para mim, viver pela terceira vez este personagem, ainda mais em um momento tão especial que é a comemoração de sua ‘maioridade’, é, sem dúvidas, um grande privilégio! Ainda mais porque também comemoro 10 anos de Via, então estamos em festa. É uma nova oportunidade de aprimorar a atuação, que vem melhorando ano a ano. É um personagem muito complexo, muito intenso, e à medida que se ganha esse tempo para trabalhá-lo, vivenciá-lo acaba tornando-se mais orgânico, visceral”, destacou Bortolucci.

 

Principal surpresa da edição, a advogada Micheli Cerchiari subirá aos palcos pela primeira vez para viver Maria de Nazaré. Ela conta que jamais imaginou ser escolhida para viver esse papel. “É a primeira vez que participo de um grupo teatral! Pretendo me preparar assistindo filmes que contam a historia de Maria de Nazaré, lendo matérias de edições anteriores do Via Crucis para entender como essa personagem se destacou e buscando diversas informações sobre ela, que acredito ter sido uma mulher forte e serena”, ressaltou.
Já o polêmico Satanás será interpretado por Rafael Carmmo, que nesta edição também será colaborador da dramaturgia da peça, assinada por Almir Pugina. “Minha reação foi de surpresa e de ‘dever cumprido’, afinal, foram seis anos tentando esse personagem. Sempre achei os vilões muito interessantes, eles me chamam muito atenção como ator, pelo fato de não terem nada como estereótipos. Pretendo arriscar levando algo novo e me entregando 110% para que o espetáculo não perca o nível quanto à interpretação de um personagem tão complexo e polemico como este”, antecipou.

 

Outros destaques da edição são Dany Fênix, que será Maria Madalena; Matheus Luis, que viverá Judas Iscariotes; Aquiles Alexandre, como Caifás, chefe da Corte Suprema do Sinédrio; Fábio Gianfratti, como Anás, sumo sacerdote do Sinédrio; Fábio Vital, que dará vida ao apóstolo Pedro, Alessandro Benelli, que interpretará Herodes Antipas; Gabriel Mazon, como Pôncio Pilatos; Bluna Crisp, que será Herodíades e Júlia Pacheco, que viverá Salomé.

 

Diretor cênico da peça, Otávio Delaneza explica que há poucos critérios para a seleção dos personagens. “Prezamos pela disponibilidade em querer estar em cena. Claro que o físico, timbre de voz e a forma com que cada um aproveita a cena conta muito. Também priorizamos a criatividade. Sem ela, o ator candidato não poderá ir muito longe, já que a imaginação é a chave principal para que o ator possa arraigar sua criação”, defendeu.

 

A exposição

 

A exposição itinerante “A Paixão em Cenas” é uma realização da equipe de produção do Via Crucis e tem o objetivo de comemorar a chegada à 18ª edição da peça. Segundo Almir Pugina, coordenador do espetáculo, o projeto é uma ideia antiga e visa destacar a trajetória da encenação, já tradicional no município.

 

Evandro Felix, responsável pelo marketing do Via Crucis, destacou que a expressividade dos atores, a qualidade das imagens e a representatividade das cenas foram os critérios para a seleção das fotos a serem apresentadas. “Escolhemos lugares estratégicos para levar a mostra porque sabemos que ela despertará a curiosidade dos visitantes e estimulará mais pessoas a assistirem às apresentações”.

 

A exposição permanecerá no Tivoli Shopping até o dia 17 de fevereiro, quando seguirá ao Museu da Imigração, onde ficará até o dia 28. Após isso, irá para a Câmara Municipal (de 03 a 10 de março), para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (de 11 a 18 de março), para o VIC Center (de 19 a 30 de março) e, por fim, para o Centro Social Urbano.

 

No segundo semestre, a exposição ganhará uma segunda versão, desta vez, trazendo apenas imagens da 18ª edição da peça. “A ideia é torná-la permanente no calendário cultural de Santa Bárbara, destacando o trabalho de diferentes fotógrafos, a cada ano”, ressalta Pugina.

 

Currículo dos protagonistas

 

Bruno Bortolucci, 28 anos, cabeleireiro e maquiador

Jesus de Nazaré

 

Nesta edição, o ator interpretará Jesus de Nazaré pelo terceiro ano consecutivo. Há 10 anos no Via Crucis, já viveu personagens de destaque, como o sumo sacerdote Anás, Satanás, Judas e Herodes Antipas. Participou de oficinas de teatro em escolas da cidade e oferecidas pela Secretaria de Cultura e Turismo. Integrou a companhia de teatro Di Atus e atualmente faz parte do Grupo Travessia, pelo qual encena o espetáculo “Liberdade Vigiada”. Também atua na caracterização (cabelo e maquiagem) dos personagens do Via Crucis.

 

 

Micheli Cerchiari, 36 anos, advogada

Maria de Nazaré

 

Membro da oficina de teatro da Secretaria de Cultura e Turismo de Santa Bárbara d’Oeste em 2014, a atriz participa pela primeira vez do espetáculo Via Crucis e já sagra-se como a mãe de Jesus na encenação.

 

 

Matheus Luis, 18 anos, estudante

Judas Iscariotes

 

Há quatro anos no Via Crucis, o ator já viveu um dos soldados do Sinédrio e os apóstolos Felipe e André. Além disso, participou de oficinas de teatro realizadas pela Secretaria de Cultura e Turismo de Santa Bárbara e do Fábrica das Artes. Esteve em cena nos espetáculos “Sonho de uma noite de verão”, “O primeiro voo de Ícaro”, “Branca de Neve e o Feitiço de uma mordida” e no premiado “O Broto”, da Cia Di Atus, da qual faz parte atualmente.

 

 

Dany Dylan, 30 anos, esteticista animal

Maria Madalena

 

Após uma pausa de 10 anos, Dany Dylan voltou aos palcos em 2014 para viver a rainha Herodíades, esposa de Herodes, através do espetáculo Via Crucis. Apaixonada pelas oficinas teatrais, a atriz já realizou workshops com o diretor Vitor Branco e participou dos espetáculos “Minha vida, meu passado”, integrante do Mapa Cultural de Sorocaba, em 2000 e “O mundo mágico do cinema”, em 2004 – seu mais recente trabalho, até então.

 

 

Rafael Carmmo, 22 anos, consultor de imagem

Satanás

 

Participa do Via Crucis há sete edições. Já viveu Judas e Caifás (chefe da Corte Suprema do Sinédrio). O ator também integrou oficinas de teatro da Secretaria de Cultura e Turismo da cidade e participou do Festvoc, festival organizado por igrejas de Santa Bárbara. Em 2015, atuará também como colaborador na dramaturgia, assinada por Almir Pugina.

 

 

Gabriel Mazon, 21 anos, estudante

Pôncio Pilatos

 

Participa pelo segundo ano do Via Crucis. Em 2011, interpretou o apóstolo João. O ator já participou de oficinas de teatro e integrou por três anos o Grupo Farrapos Delirantes, pelo qual encenou a peça “Labirintos”. Foi indicado ao prêmio de melhor ator coadjuvante pelo personagem Jazão no espetáculo “Tragédia, samba, ciúmes e veneno”, uma adaptação do clássico “Gota d’Água”, de Chico Buarque. Atualmente, intera a Cia com Arte, de Americana. É formado em Artes Dramáticas pelo Senac Piracicaba e cursa Artes Visuais.

 

 

Aquiles Alexandre, 26 anos, cilindrista

Caifás, chefe da Corte Suprema do Sinédrio

 

Há 14 anos no Via Crucis, já interpretou personagens de destaque, como Herodes Antipas, João Batista, Pedro e Jairo. O ator já integrou oficinas de teatro da Secretaria de Cultura e Turismo de Santa Bárbara d’Oeste e também foi membro da Cia Ello D’Art, pela qual encenou “As mentiras que os homens contam”, peça que esteve em cartaz no teatro Juca Chaves, em São Paulo, de janeiro a junho de 2013.

 

 

Alessandro Benelli de Oliveira, 25 anos, assistente técnico

Herodes Antipas

 

Há cinco anos no Via Crucis, já interpretou Zera e os apóstolos Matheus e Tomé. O ator vem de oficinas de teatro estudantis, participou do Fetesb, Verso Vivo e integrou os espetáculos “Píramo e Tisbe”, “Círculo de Giz” e “A vida é sonho”, premiado no Festival de Teatro de Tatuí.

 

Bluna Crisp, 27 anos, assistente de backoffice

Herodíades

 

Participa pelo segundo ano do Via Crucis. Já viveu serva de Herodes, Madalena (na cena do apedrejamento) e Aryel, noiva nas Bodas de Caná. A atriz também integrou oficinas de teatro da Secretaria de Cultura e Turismo, na qual viveu Titânia em “Sonho de uma noite de verão”. Já participou das cias Pierrô, Cia do Ócio e Cia Ello D’Art. Atualmente, faz parte da Cia Devaneios.

 

 

Fotos: Maira Scavacini / Dennis Moraes

Assessoria de Imprensa Via Crucis

Comentários

Notícias relacionadas