Eduardo da Farmácia pede fim da cobrança de tarifa mínima de consumo de água e esgoto

O vereador Eduardo da Farmácia (SDD) protocolou nesta segunda-feira (23) na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre a possibilidade de extinção da cobrança de tarifa mínima de consumo de água e de utilização da rede de esgoto.

 

No documento, o vereador relata que muitas pessoas têm reclamado da cobrança da tarifa pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE), depois de comparação feita entre as contas atuais às de meses anteriores. “Verificou-se que, mesmo reduzindo o consumo, o valor da tarifa permanece o mesmo, decorrente da existência da tarifa mínima de consumo, estipulada entre 0 a 6 m³ para imóveis residenciais, e 0 a 10 m³ para imóveis comerciais ou industriais”, afirma.

 

“Sabemos da crise hídrica que nosso estado atravessa e, diante disso, temos que criar consciência para a economia de água tratada. E, nesse mesmo sentido, entendemos que a administração municipal e o DAE devem extinguir a cobrança de tarifa mínima para, além de tratar com justiça pequenos consumidores que colaboram com o racionamento de água tratada, evitar que outros criem o entendimento de que, gastando 1 ou 6m³, a tarifa é a mesma”, acrescenta.

 

No requerimento, Eduardo pede ao Poder Executivo e ao DAE que se manifestem quanto à possibilidade de extinção da referida tarifa mínima, e quando pretendem apresentar projeto de lei para tal finalidade.

 

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (26).

 

Comentários

Notícias relacionadas