Duzzi pede informações sobre cumprimento de jornada de trabalho por servidores da Saúde em Americana

O vereador Valdecir Duzzi (SDD) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações do Poder Executivo sobre servidores da secretaria municipal de Saúde.

 

No documento, o parlamentar afirma ter recebido em seu gabinete pacientes e funcionários reclamando que alguns servidores vinculados à secretaria não estariam cumprindo sua jornada de trabalho, provocando demora e prejuízo no atendimento à população.

 

“Tendo em vista a postura da Administração ressaltada em matérias veiculadas pela imprensa em janeiro, especialmente no site G1 e em entrevista à rádio Azul Celeste, e considerando ainda o próprio recadastramento do quadro de funcionários realizado pela prefeitura naquele mesmo mês, entendemos que supostas irregularidades devam ser averiguadas”, afirma Duzzi.

 

De acordo com o vereador, a denúncia se torna ainda mais grave devido às grandes dificuldades enfrentadas pela rede pública municipal de saúde. “Hoje a saúde do município passa por grandes dificuldades, como postos médicos e unidades de pronto atendimento 24h fechados e/ou com horários reduzidos, falta de funcionários, leitos e medicamentos”, avalia.

 

“Diante das solicitações de funcionários de carreira, que mais uma vez vêm a público denunciar ‘supostos fantasmas’, solicitamos que sejam realizadas diligências a fim de identificar a veracidade da denúncia”, acrescenta Duzzi.

 

No requerimento, o parlamentar pergunta quantos profissionais comissionados fazem parte do quadro de funcionários da secretaria de Saúde e da Fusame, pedindo que seja enviada relação com nome, função e carga horária diária e semanal.

 

Questiona, ainda, quem ocupa o cargo de subsecretario de urgência e emergência, intermediando as ações entre a secretaria de Saúde, Hospital Municipal, Núcleo de Especialidades, Hospital André Luiz e as Unidades de Pronto Atendimento 24h.

 

Duzzi pergunta também se existem na secretaria de Saúde e na FUSAME profissionais que acumulam cargos, conforme estipulado na lei estadual nº 11.373/09, que permite o acúmulo desde que haja compatibilidade de carga horária.

 

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (26).

 

Comentários

Notícias relacionadas