Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Dupla sertaneja Luca e Marcelo investem em novos clipes

A dupla sertaneja Luca e Marcelo está preparando dois clipes de lançamento de suas músicas: ‘Fake Que Dói’ e ‘Uma Chance’. Com avanço da vacinação o país está aos poucos voltando com suas atividades comerciais e de lazer, pensando nisso a dupla sertaneja se prepara para o mercado musical surpreendendo seu público, tanto com canções que irão mudar o formato de seus trabalhos, quanto no ambiente paradisíaco de Penedo (RJ) e de Mangaratiba (RJ).

As gravações das cenas, que contará com a presença de artistas de relevância no cenário e modelos para salientar a importância desse trabalho, também estará contando com uma forte equipe de filmagem nos moldes dos trabalhos dos atuais sertanejos; tudo com uma pitada de inovação cenográfica.

Luca e Marcelo costuram sertanejo apaixonado com referências antigas e atuais para conversar com todas as gerações. Os dois hoje compõem a dupla Luca e Marcelo. Os paranaenses transitam entre o clássico e o contemporâneo para construir músicas que conversam com a geração atual, sem deixar de dialogar com os saudosos do “modão” raiz.

A dupla foi oficialmente fundada em 2018, quando os músicos perceberam uma procura maior por suas apresentações que, antes, eram restritas à participações em barzinhos da região. Ambos já tiveram outros parceiros, porém juntos encontram sinergia em seu trabalho e um portfólio musical que já conta com 12 músicas autorais.

O amor, a bebida e as dores do coração. Nas letras compostas por Luca e Marcelo é possível se olhar no espelho das emoções, afinal, quem nunca passou por situações como a que foi cantada na música “Uma Chance”, em que os músicos relatam está sofrendo pela pessoa amada e pede ajuda
dela para ensiná-lo a esquecer. Outras canções de trabalho que não se pode deixar de conferir são “Amor de Buteco” e “Sonhar Acordado”.

Luca, 29, natural de Jaguariaíva, no Paraná, também se encantou pelo universo dos timbres e acordes. No norte do Paraná, o pai e o avô de Marcelo, 35, já traçaram um caminho na música, fazendo com que ele crescesse com a rotina artística da família, que tinha até programa numa rádio paranaense.