Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Drive-Thru do Leite convida população de Santa Bárbara d’Oeste e região a doar em benefício de famílias carentes

A ação social de arrecadação de leite acontece neste sábado, 10 de abril, das 09h00 às 16h00, promovida pelo Instituto Brasil +Social– Projeto Driblando a Fome- e a Faculdade Santa Bárbara com apoio da Rede Nós Mulheres

 

Priscila Grivol, embaixadora do Instituto Brasil +Social, coordena a ação de arrecadação de leite com a direção da Faculdade Santa Bárbara. Ela acredita que a pandemia veio para nos mostrar o quanto precisamos evoluir e ter ações do bem para ajudar efetivamente as pessoas. “Quase 4 mil pessoas estão morrendo diariamente em nosso país devido à pandemia, mas não podemos nos esquecer que os números da fome (e se somados à pandemia) são gritantes.

 

E destaca: “Outro dia me falaram que a fome dói. Eu nunca senti fome, mas sei o que é sentir dor. Somos seres humanos e precisamos agir com solidariedade e empatia. Precisamos contribuir para reduzir os números de mortes em nosso país, destaca.

 

Para doar, basta levar leite em caixinha ou leite em pó até o campus da Faculdade Santa Bárbara, neste sábado.

 

Niolanda Dantas, fundadora do Instituto Brasil+ Social, acredita que doar é a forma mais sincera de amor ao próximo. “Devemos exercer nossa cidadania e responsabilidade social para ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade. Convidamos a população de Santa Bárbara e região para essa doação. Una-se a esta grande corrente do bem”, convida.

 

Também comparecem ao Drive-Thru do leite, Gil Santos, presidente do Instituto e a empresária Marinete Luiza Oro, presidente da OroNewlife, apoiadora de muitas causas sociais no Brasil e nos EUA.

Na foto Priscila Grivol, embaixadora do Instituto Brasil +Social, que coordena a ação de arrecadação de leite com a direção da Faculdade Santa Bárbara

A fome no Brasil

A palavra fome voltou a assombrar os brasileiros mais pobres. Além do recrudescimento da pandemia e do impacto de mortes diárias pela Covid-19, esse caos coloca em risco também sua segurança alimentar: inflação alta, desemprego e ausência de políticas públicas eficientes.

O Brasil deixou o chamado Mapa da Fome em 2014 com o amplo alcance do programa Bolsa Família. No entanto, o país deve voltar a figurar na geopolítica da miséria no balanço referente a 2020.

 

O Mapa da Fome é um levantamento feito e publicado pela ONU (Organização das Nações Unidas) sobre a situação global de carência alimentar. Um país entra nesse levantamento quando a subalimentação afeta 5% ou mais de sua população.

 

De acordo com Daniel Balaban, representante no Brasil do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP) e Diretor do Centro de Excelência contra a Fome, a situação brasileira é muito preocupante. Ele projeta que o Brasil esteja próximo dos 9,5% de sua população com subalimentação.

 

Serviço

Drive-Thru do Leite

Faculdade Santa Bárbara

Rua da Agricultura, 4.000 (antiga Politec)

Dia 10/4- sábado- 09h00 às 16h00