Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

Do subúrbio ao sucesso: conheça a história do educador e influenciador Bruno Gomes

A popularização da internet abriu portas para muitas pessoas ao redor do mundo, principalmente após a possibilidade de espalhar variados conhecimentos sobre as mais diversas áreas em apenas alguns clipes, independente da classe social que a pessoa pertença. Além disso, o meio digital também se tornou responsável por dar espaço para novos negócios e serviços, como é o caso das criptomoedas.

Diretamente do subúrbio do Rio de Janeiro, o educador financeiro Bruno Gomes transformou-se em uma das autoridades no mercado das moedas digitais no Brasil. Com seus estudos e investimentos no mercado financeiro, o carioca mudou totalmente de vida, com inúmeros ganhos no lado pessoal e profissional. Uma trajetória que não tinha muitas expectativas de progresso se tornou em um sucesso a ser espelhado por muito de seus alunos e seguidores.

“Para quem veio de uma comunidade, iniciando como repositor de mercado, esse processo que passei foi extremamente satisfatório para minha vida. Se uma história que tinha tudo para dar errado deu certo, todos podem conseguir. Basta acreditar, ter crença e não olhar para o lado, sempre priorizando o crescimento pessoal. Nunca olhei pro lado. Esse é meu ponto forte. Quando está ruim só olho para frente, meu foco é em como as coisas podem vir a ser e não como estão hoje. Se você que quer entrar no mundo dos investimentos, primeiro tem que testar, skin in the game, esse termo usado pelo Warren Buffett um dos grandes mentores do mercado financeiro. Se fomos traduzir a expressão seria praticamente: coloque a pele no jogo, dê a cara a tapa!”, afirma Bruno Gomes.

Após superar a maioria dos obstáculos que a vida colocou em seu caminho, Bruno Gomes resolveu terceirizar seus conhecimentos sobre o mercado financeiro para seus mais de 320 mil seguidores no Instagram. Dessa forma, o educador financeiro pretende expandir ainda mais o alcance de seu público e mudar a vida de muitas pessoas que não possuem o conhecimento necessário sobre o mercado financeiro, especialmente em relação ao mercado de criptomoedas.

“Eu morava no subúrbio do Rio de Janeiro, tinha um Chevette antigo que passava por todos os problemas possíveis. Depois desse tempo todo, hoje moro em um condomínio de luxo na Barra e com carros de luxo muito diferentes do meu primeiro. Importante lembrar que sempre invista o que não lhe faça falta. No máximo 10% de suas economias. Até porque o mercado financeiro é como a vida: nua e crua. Para um ganhar um tem que perder, quem será você hoje? Isso é o que tento passar para os investidores. Sempre bom estudar todas suas possibilidades para potencializar ainda mais os resultados”, explica o educador financeiro.