SB24Horas

Notícia na hora certa!

Disfunção erétil e doença vascular podem estar relacionadas?

Especialista explica as causas, sintomas e a importância do diagnóstico para o tratamento

No mês de conscientização do câncer de próstata, a Dra. Fátima El Hajj, cirurgiã vascular, alerta sobre a relação das doenças vasculares com a disfunção erétil, e que costuma ser um sinal precoce de doenças cardiovasculares.

A impotência sexual faz parte da tríade de sintomas da Síndrome de Leriche (oclusão do segmento arterial aorto-ilíaco), um dos quadros clássicos da Cirurgia Vascular. “Para a ereção acontecer, o sangue precisa chegar ao órgão sexual e encher os corpos cavernosos para manter o membro ereto e rígido. Pacientes com diabetes mellitus, tabagistas, distúrbios com o colesterol podem ter a circulação da pelve e dos órgãos genitais comprometidas, impossibilitando a ereção”, explica Dra. Fátima El Hajj.

Segundo a especialista, os homens tendem a ter menos cuidado com a própria saúde, e geralmente a potência e desempenho sexual podem ser a única causa que leve o homem a procurar um médico, que pode descobrir que a impotência sexual é de etiologia vascular.

As principais causas são os maus hábitos alimentares, tabagismo, diabetes mellitus e Hipertrigliceridemia familiar. Realizando o diagnóstico, a disfunção erétil faz parte de uma tríade de sintomas que podem indicar a Síndrome de Leriche, o diagnóstico é feito em check-up vascular e o tratamento é individualizado de acordo com as condições de saúde do paciente e possibilidades de correção da má circulação.

Existem tratamentos comportamentais, clínicos e cirúrgicos (invasivos ou minimamente-invasivos).

Fonte:

Dra. Fátima El Hajj, Cirurgiã Vascular.

@vascularium.institute