Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Dia do Sorvete será comemorado com brindes no Tivoli Shopping

O empreendimento é o local perfeito para quem quer celebrar a data, pois conta com vários lojistas especialistas em sorvetes, milkshakes e outras delícias geladas 

 

Neste dia 23 de setembro, é celebrado o Dia do Sorvete. Criada pela Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (Abis), a data coincide com o início da Primavera e marca a chegada dos dias quentes, época em que aumenta significativamente o consumo do doce gelado.

 

Com sabores e opções diversos, capazes de agradar a todos os paladares, o Tivoli Shopping é o local perfeito para quem quer comemorar o Dia do Sorvete, pois opções não faltam. São vários lojistas especialistas em sorvetes, milkshakes e outras delícias geladas: Chiquinho Sorvetes, Icy Gelato, Mc Donald’s, Burguer King e Picoleta Paleteria. Em breve também irá inaugurar no empreendimento uma unidade do Gelato Borelli.

 

Para adoçar a vida de seus clientes e celebrar a data, o Tivoli Shopping fará a distribuição de vouchers de “vale sorvete” durante o dia. A entrega será feita de maneira aleatória, por todo o empreendimento, ou seja, quem estiver pelo shopping naquele dia poderá ter a chance de ganhar um sorvete de brinde.

 

Além disso, a Icy Gelato fará a distribuição de picolés, também gratuitamente, na Portaria A, na área da Expansão, que dá acesso à loja Riachuelo e Estação Valentina. A ação ocorrerá a partir das 13h e será encerrada quando acabar o estoque da marca.

 

Independente do sabor escolhido e, seja no copo ou na casquinha, o Dia do Sorvete merece ser celebrado. Afinal, não tem nada melhor do que saborear um belo sorvete neste calorzão!

 

A origem do sorvete 

 

Tudo começou na China, há cerca de quatro mil anos, quando uma mistura de leite e arroz foi congelada na neve e formou uma sobremesa parecida com um granizado, bebida à base de gelo, popularmente conhecida como raspadinha.

 

Esta técnica foi passada aos árabes, que logo começaram a fazer caldas geladas chamadas de sharbet, e que mais tarde se transformaram nos famosos sorvetes franceses sem leite, os sorbets.

 

No século XIII, a receita chegou à Europa, mais precisamente na Itália, pelas mãos do explorador Marco Polo, que aprendeu a produzir o sorvete e disseminou sua receita, que ficou restrita aos italianos até aproximadamente o século XVI.

 

A exportação teria acontecido através do cozinheiro de Catarina de Médici, uma nobre italiana, esposa do rei Henrique II, que foi rainha consorte da França. Ele é quem teria sido o responsável por inserir a prestigiada receita nas cozinhas da corte francesa.

 

Depois disso, os sorvetes se espalharam por toda a Europa e logo chegaram também aos Estados Unidos.

 

Em terras brasileiras o sorvete só chegou em 1834, quando um navio americano aportou no Rio de Janeiro, trazendo cerca de 200 toneladas de gelo em blocos. Dois comerciantes começaram então a fabricar sorvetes com frutas brasileiras.

 

Na época ainda não existiam equipamentos como geladeiras e freezers para guardar o sorvete depois de pronto, por isso o consumo tinha que ser feito logo após o seu preparo. Um anúncio avisava a hora exata da fabricação e longas filas de pessoas se formavam, animadas para experimentarem a grande novidade: as massas geladas.