Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Dia do Bombeiro: projetos de capelania fazem a diferença no cuidado integral do profissional

Entrega de material para bombeiros do Maranhão / Imagem: Pão Diário

Trabalhar assuntos como esperança, vida espiritual, depressão, suicídio e ansiedade, por exemplo, faz parte de ações que visam a saúde emocional, e não apenas física, dos bombeiros

 

Em 02 de julho comemora-se o Dia do Bombeiro, data que foi instituída oficialmente no Brasil em 1954. Além de homenagear os profissionais, também celebra-se o início da Semana de Prevenção Contra Incêndios, que acontece todos os anos.

 

Mais do que lembrar a data comemorativa, um fator tão importante quanto é o cuidado com os próprios bombeiros. Pensando nisso, há anos Ministérios Pão Diário tem trabalhado com ações de capelania e parcerias com projetos que visam cuidar da saúde emocional e espiritual dos profissionais.

 

Edilson Freitas, Diretor do Pão Diário, conta sobre algumas ações realizadas pelo ministério. “Nós temos feito muitas ações com os bombeiros, por exemplo os do Mato Grosso. Eles imprimiram 5 mil cópias e estão alcançando mais de 60 cidades em todos os quartéis do estado, para que eles utilizem os devocionais para fazer a leitura, oração, e também em hospitais da Polícia Militar (PM) e presídios. Temos mais ações com os bombeiros do Maranhão, São Paulo, entre outros estados”, comenta.

 

Segundo o Tenente Coronel Marcelo Alves, do Corpo de Bombeiros de São Paulo, o cuidado integral com os profissionais faz toda a diferença. “Todas as iniciativas de apoio ao profissional da Segurança Pública são muito bem-vindas e devem ser apoiadas. O conceito de saúde integral vem sendo amplamente difundido, compreendendo o homem em seus diversos aspectos ou áreas: física, mental e espiritual. Dentro desta, visam oferecer uma literatura que venha fortalecer o caráter espiritual e o hábito de busca e reflexão, contribuindo para o desenvolvimento e aprimoramento de resiliência, esperança e paz de espírito, que são qualidades essenciais nos tempos em que vivemos”, explica.

 

Para alcançar o objetivo de atender integralmente o bombeiro e suas necessidades emocionais e espirituais, Ministérios Pão Diário criou um outro recurso de apoio, um aplicativo especial voltado para os profissionais da Segurança Pública. “Estamos muito focados na parte de capelania. Eles [bombeiros cristãos que apoiam os projetos] também gravaram vídeos para nós para serem compartilhados no aplicativo do Pão Diário Segurança Pública, com temas relevantes da área, além de outros como estresse, depressão, suicídio, ansiedade, etc. Inclusive, temos uma grande participação dos bombeiros na primeira edição do livro devocional Pão Diário Segurança Pública, um projeto com mais de 160 escritores das Forças”, explica Edilson Freitas.

 

Marcelo Alves reforça a importância de ações como essas. “Acredito que uma reflexão diária a respeito da Palavra de Deus é fundamental para qualquer um, ainda mais para bombeiros e demais profissionais da Segurança Pública que realizam um trabalho bastante diferenciado e específico. Quem trabalha com emergências se depara o tempo todo com situações bastante críticas, muitas vezes tendo que lidar com sentimentos antagônicos, de um lado o forte desejo de ajudar ao próximo e de outro o sentimento de impotência diante das perdas e catástrofes. As mensagens diárias podem trazer conforto, reflexões, ensinamentos e, consequentemente, paz. Apoiamos o trabalho e capelania voluntária já há alguns anos e temos colhido bons frutos desta iniciativa. Acredito que, se todos os profissionais tivessem acesso aos devocionais diários, este trabalho seria ampliado e fortalecido, podendo se tornar um hábito de leitura que com certeza contribuiria para uma melhor qualidade de vida dos bombeiros”, finaliza.

 

Para o Tenente Coronel Moysés Cruz, de Goiás, é necessário olhar para o bombeiro também com esses olhos. “O bombeiro militar tem um slogan: ‘Vidas alheias e riquezas a salvar’. Ou seja, eles são forjados para salvar vidas, mas também são seres humanos normais e têm problemas como todas as pessoas. Não são o Super Homem, e com isso muitos se envolvem com álcool, desenvolvem problemas conjugais, de saúde, espirituais, etc. Daí a importância de ter um veículo de comunicação para alcançá-los e orientá-los através da capelania institucional ou voluntária. Projetos como do Pão Diário, escrito por pessoas que convivem no ambiente, são muito importantes”, comenta.

 

Quer conhecer mais sobre os projetos? Acesse o site.

 

SOBRE PÃO DIÁRIO: paodiario.org