SB24Horas

Notícias na hora certa!

Dia da empregada doméstica: Mila Garro, faxineira Milionária, dá dicas de como crescer e ser valorizada na profissão

Hoje é comemorado o dia da empregada doméstica e a faxineira Mila Garro, que ficou milionária trabalhando no ramo da limpeza nos Estados Unidos, dá algumas dicas para crescer na profissão.

 

O ramo da limpeza no Brasil é muito diferente dos Estados Unidos, tanto pela forma como os brasileiros enxergam esse ramo, como a forma em que o trabalho é realizado. Acredito que se você começar a se posicionar de uma forma diferente, desde a maneira que você se apresenta para seu cliente, a forma que você trata a si mesma enquanto profissional, já é um primeiro passo para mudar tanto a sua mentalidade, quanto a mentalidade do seu cliente“, revela Garro.

 

No Brasil, a função da empregada doméstica vai muito além da limpeza da casa, podendo acumular os serviços de babá e cozinheira por exemplo, muito diferente dos Estados Unidos, onde todas as funções extras são cobradas à parte.

 

“A faxineira é contratada para limpar a casa, conforme combinado previamente com o cliente. Lavar, passar, organizar, são serviços contratados à parte e o valor cobrado é de acordo com o local que o cliente mora, tamanho da casa e o que ele solicita. Aqui não cozinhamos para o cliente e nem cuidamos das crianças. Existem outros profissionais especializados nisso. Por esse motivo crescemos, pois focamos na limpeza e conseguimos atender mais clientes por dia e com isso lucramos”, conclui Mila, proprietária da Fiv5 Star Cleaning, com 40 funcionários e 1500 clientes em Charlotte, na Carolina do Norte.

 

Sobre Mila Garro:

Resiliência, é a palavra que define Jamily Garro de Freitas, mais conhecida como Mila Garro. Desde muito nova, a mineira de 34 anos, teve que ser forte, após ser abandonada por sua mãe, com apenas 4 anos de idade. Devido a grande decepção, seu pai se entregou ao alcoolismo e Mila foi criada pela avó paterna.
Sua veia empreendedora iniciou aos 7 anos de idade, quando começou a trabalhar com a avó Valquiria, vendendo laços em uma feira, em Contagem-MG. Foi no dia a dia, lidando com os clientes, que Mila aprendeu a se comunicar e fazer negócios.
Aos 15 anos, ganhou de presente de aniversário uma viagem para os Estados Unidos e se apaixonou pela América, a ponto de não querer retornar ao Brasil. “Eu encontrei o meu lugar no mundo, e não queria ir embora, mas como qualquer adolescente, eu tinha que terminar os estudos no Brasil, então voltei”, lembra Mila.

Em Agosto de 2007, Mila retornou a Miami sozinha, sem falar inglês e sem o apoio dos familiares. Ela enfrentou as primeiras dificuldades. Ficou uma semana no quarto do hotel, comendo apenas pastel, pois era a única coisa que sabia pedir em inglês. “Foram momentos de solidão, reflexão e decisão”, conta a empresária.
Mila iniciou seu trabalho no ramo da limpeza, e trabalhou duro, chegando a limpar 15 casas por dia. Em 2009, após muito sacrifício, conseguiu comprar seu primeiro Schedule (agenda de clientes). Após seis meses trabalhando e juntando cada centavo, Mila desembolsou a quantia de $12.000 mil dólares, pela cartela de 30 clientes.
Em 2016, o seu negócio estava em ascensão, e já contava com 10 funcionárias da limpeza. Em 2018 aumentou para 24 funcionárias, e mais uma equipe no escritório. O número de clientes só cresce desde então.
Em 2020, em meio a crise, seu negócio prosperou como nunca e Mila realizou o sonho de faturar seu primeiro milhão de dólares. Atualmente em 2022, o time de funcionários aumentou para 40, com mais de 1500 clientes em Charlotte, NC.
A empresa expandiu para a Flórida, começando por Miami, onde mora atualmente e já conquistou novos clientes. Ela faz questão de colocar a “mão na massa” novamente, nessa nova fase da empresa, pois ama limpar. “Ver a alegria no rosto de um cliente quando eu entrego sua casa limpa, cheirosa e organizada, não tem preço. Eu amo o que eu faço”, concluiu a empresária.