Dia D do Novembro Azul avalia 300 homens

Trezentos homens participaram do Dia D do movimento Novembro Azul no último sábado (22) no Centro Médico. Os pacientes passaram por procedimentos de aferição de pressão arterial, medida da taxa de açúcar no sangue (glicemia), avaliação do peso e circunferência abdominal. Foram realizadas diversas atividades educativas, com palestras e orientações sobre tabagismo, diabetes e câncer de próstata. No local, os homens também receberam vacinas, participaram de atividades físicas orientadas e realizaram teste rápido de diagnóstico de HIV e sífilis.

 

Na ação de diagnóstico precoce do Câncer de Próstata, 76 realizaram o exame de toque, 34 pacientes foram encaminhados para o Programa Saúde do Homem na UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima a residência, 29 foram avaliados e receberam alta, oito deles foram encaminhados para biópsia e outros seis deverão realizar exames complementares. Mais de 60 homens não apresentaram alterações. Durante as atividades os profissionais da rede contaram com apoio dos alunos do curso de medicina da Faculdade São Leopoldo Mandic de Campinas.

 

O prefeito Denis Andia ressaltou que o objetivo foi promover orientações aos homens de maneira integral, abordando temas de saúde com um público que geralmente não costuma procurar as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) para realização de ações preventivas. “É uma ação pontual marcando a prevenção contra o câncer de próstata durante esse mês de Campanha. Essa é uma oportunidade para ampliar a capacidade de atendimento para os exames preventivos além de orientação para outras doenças. O Dia D é essencial para quem tem algum apontamento, pois já é encaminhado diretamente para outros exames necessários”, disse.

 

O secretário de Saúde, Dreison Iatarola, enfatizou que a ação mostra o interesse dos homens com a saúde e com a prevenção de diversas doenças, como o diabetes, hipertensão arterial e câncer de próstata. “É importante reiterar a compromisso e apoio total do prefeito Denis Andia com as ações de prevenção e promoção em saúde no município, como a implantação do Programa Saúde da Família, adesão ao Programa Mais Médicos para o Brasil e criação do Núcleo de Educação em Saúde, além das ações temáticas”, disse. “Ressaltamos que, mesmo após o término do Novembro Azul, algumas ações são mantidas em todas as UBS, como o Projeto Saúde do Homem, conforme cronograma pré estabelecido em cada unidade”, comentou a coordenadora do Centro de Especialidades Médicas, Ellen Carine Villarinho.

O Novembro Azul é um movimento mundial de mobilização de prevenção do câncer de próstata realizado todos os anos no mês de novembro, com a finalidade de conscientizar os homens sobre a importância do exame preventivo e do diagnóstico precoce da doença. Em 2014, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), estimam-se 68.800 novos casos de câncer de próstata no Brasil, sendo a segunda causa de morte por câncer entre homens, atrás apenas do câncer de pulmão.

Foto: Marcel Carloni

Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas