Desaquecimento imobiliário é oportunidade para investidores

Recomendação de especialista é comprar agora e lucrar com venda depois

O atual desaquecimento do mercado imobiliário não deve ser motivo de desânimo para aqueles que almejam investir no setor. De acordo com o advogado Gabriel Rossi, sócio proprietário da Inovativa Imóveis, o ideal é que os investidores adquiriram áreas agora para vender quando a situação estiver melhor. “O processo para regularização leva entre três e cinco anos. Até lá, o investimento terá valorizado”, sugere Rossi.

O especialista faz uma comparação: comprando agora uma área virgem com valor médio de R$ 25,00 a R$ 40,00 o metro quadrado, a área passa a valer de R$ 60,00 a R$ 80,00 o metro quadrado após o trabalho de incorporação e registro no cartório. “Se o loteamento ainda recebe obras de infraestrutura promovidas pelo incorporador, a valorização aumenta. O índice depende do tipo de projeto executado na área”, afirma o advogado.

A Inovativa forma toda a estrutura para essa negociação. A imobiliária indica e também intermedia investidor, proprietário do terreno e incorporador. Além disso, opera todo o processo de regularização em relação à infraestrutura urbana junto à Prefeitura, registros em cartório, avaliação legal e o que mais for necessário. “Os trâmites de negociação de grandes áreas é de longo prazo, o que vem a calhar para o investidor, que tem mesmo que esperar a valorização”, argumenta o empresário.

Rossi alerta que antes de comprar uma área e planejar um negócio, é preciso conhecer as possibilidades que a região do imóvel oferece. Ele ressalta que há diversos fatores restritivos que podem inviabilizar um empreendimento, como lei de zoneamento urbano, lei de expansão urbana e avaliação legal dos documentos. “Essas leis ditam desde se a localidade é comercial, até o tamanho do empreendimento; e a validação dos documentos garante aos envolvidos se não há pendências legais”, explica o advogado.

De acordo com Rossi, nenhum empreendimento ou terreno que chega à Inovativa segue adiante com a negociação se não estiver aprovado em todas as esferas. “Assim asseguramos que ninguém perca tempo”, frisa.

Outro serviço da Inovativa se for preciso, é formar uma SPE (Sociedade de Propósito Específico) para um pool de investidores para a execução de determinado empreendimento, estabelecendo toda a parte contábil e de constituição de contratos da associação.

Está no escopo de ações da Inovativa também, além da busca do local para instalação de empreendimento e da viabilidade da contratação da área, a venda dos lotes, a administração da carteira de recebíveis e a intermediação do investidor com instituições financeiras para securitização.

Comentários

Leia também...