Limeira

Departamento da Câmara de Limeira entrega relatório técnico para vereadores da Saúde


O documento trata das visitas realizadas nas UBSs dos bairros Boa Vista e Vista Alegre

 

Os vereadores da Comissão Permanente de Saúde, Lazer, Esporte e Turismo, da Câmara Municipal de Limeira, retomaram as visitas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) neste ano. No último dia 5, os parlamentares visitaram as unidades dos bairros Boa Vista e Vista Alegre. A comissão é presidida pela Dra. Mayra Costa, tendo como membros Aloízio Marinho de Andrade, Lucineis Aparecida Bogo (Lu Bogo), Sidney Pascotto (Lemão da Jeová Rafá) e Luís Fernando Silveira (Luisinho da Casa Kühl). Para contribuir, tecnicamente, com as ações de visitas, o Departamento de Consultoria Técnica Especializada apresentou, durante a reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 14, do grupo de vereadores, um relatório com foco nessas vistorias. Acompanhe:

 

BOA VISTA

A visita realizada na unidade do bairro da Boa Vista revelou, segundo o relatório apresentado, como principal necessidade, o incremento no corpo de funcionários de modo a atender à demanda da unidade. Já a estrutura física, embora não ter sido considerada como ideal para as atividades realizadas, foi avaliada como satisfatória, diante das dificuldades de adequação. “Foi, inclusive, elogiado por parte de alguns funcionários o fato de ser um ambiente arejado e iluminado, aspectos fundamentais para o funcionamento de serviços dessa natureza”, indicou o relatório apresentado.

Para a demanda de atendimento, a Consultoria relatou que, por se tratar de um centro de saúde já tradicional, e também pelas características sociodemográficas da região, um bairro antigo e tradicional, composto prioritariamente por idosos, o posto realiza grande número de atendimentos. A falta de profissionais da área de enfermagem é o ponto que resulta em problemas para o funcionamento diário da unidade. Ainda segundo o relatório, a equipe conta apenas com um enfermeiro que também realiza a função administrativa de coordenador e uma auxiliar de enfermagem, responsável por realizar toda a triagem prévia para as consultas médicas e demais procedimentos, como curativos, coletas de sangue e eletrocardiograma. “Além disso, revelou-se a ausência de um profissional especializado na aplicação das vacinas, o que obriga a unidade a concentrar esse procedimento apenas às sextas-feiras”, indicou o documento.

A falta de auxiliares de limpeza também foi relatada por funcionárias, conforme o parecer entregue à Comissão de Saúde. De acordo com ele, a unidade conta apenas com um auxiliar, sendo que, quando está em férias, não é substituído, o que obriga aos demais funcionários a realizarem a limpeza voluntariamente.

A falta de medicamentos foi relatada como um problema que se estende a toda rede de saúde em função do atraso no envio dos produtos por parte dos laboratórios. “Foram citados principalmente os medicamentos de alto custo, bem como o alendronato de potássio, seringa para insulina e algumas dosagens de medicamentos para tireoide”, informou.

No fechamento da visita, diante do relatório apresentado, a unidade evidenciou a necessidade de um reforço no seu corpo de funcionários, em especial no que se refere aos profissionais da enfermagem e auxiliar de limpeza. “A contratação desses funcionários causaria um forte impacto positivo no funcionamento cotidiano da unidade, além de prevenir eventuais riscos oriundos da sobrecarga de trabalho da equipe que atualmente realiza o trabalho”, concluiu o parecer técnico.

 

VISTA ALEGRE

Considerada de médio porte pela Consultoria, a unidade tem estrutura muito antiga, localizada em um espaço pertencente ao CDHU. O estado de conservação, analisado pelo departamento, é ruim, sendo esse quesito, conforme relatos de funcionários, também visto como a principal queixa da população.

A composição da equipe foi relatada pelos funcionários e descrita no parecer como adequada. “O que só não ocorreria no caso de afastamentos, situação na qual não é possível colocar outro profissional para cobrir a ausência daquele que está afastado”, constatou a análise.

A Consultoria relatou que o motivo central de discussão ao longo da visita foi o problema da estrutura física inadequada para o funcionamento do serviço de saúde, bem como as dificuldades em resolvê-lo em curto prazo. Ao mesmo tempo, o relatório analisou que seria inviável a realização de ampliações e reformas pela Prefeitura, por não se tratar de imóvel próprio. “Conclui-se pela fundamental necessidade da realização da manutenção básica do prédio, incluindo a pintura, troca de portas, corte de mato, entre outros”, concluiu.

O relatório enviado pelo Departamento de Consultoria Técnica da Câmara Municipal de Limeira foi elaborado e apresentado aos vereadores pela consultora técnica em Gestão de Política Públicas e Ciências Sociais, Amanda Marques de Oliveira.

 

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
https://sb24horas.com.br