Denarc prende cinco integrantes de facção criminosa em Sumaré

Após investigações, a Polícia Civil prendeu cinco integrantes e apreendeu cinco fuzis de uma facção criminosa responsável pela distribuição de drogas na cidade de Sumaré e em municípios vizinhos, no interior de São Paulo. A operação aconteceu entre segunda e terça-feira (1 e 2/6), na região de Sumaré.

Segundo a Polícia Civil, o bando também será investigado por envolvimento em furtos de caixas eletrônicos, roubos de cargas e outros crimes contra o patrimônio. Ao todo, foram apreendidas 10 armas de fogo – dentre elas, os cinco fuzis -, e farta munição, além de R$ 22 mil, cinco veículos de alto padrão, uma moto e dados da contabilidade da movimentação de drogas pela quadrilha.

Equipes de investigação da 3ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), iniciaram as apurações em março para desarticular a quadrilha que agia na região de Sumaré.

Ao longo dos trabalhos, os policiais identificaram o líder do bando – J.C.V.R., motorista de 24 anos, conhecido como “Juninho”. A partir do “monitoramento” do homem, os policiais conseguiram traçar a estrutura e o modo de operação da quadrilha até deflagrarem a operação ontem.

A equipe do Denarc cumpriu sete mandados de busca e apreensão e um de prisão, que terminaram com a detenção de Juninho e dos outros quatro acusados – E.R.P.S., polidor de veículos de 31 anos, F.M.S., auxiliar de estoque de 35, J.S., empregada doméstica de 36, e R.F., motorista de 29 anos.

Os fuzis apreendidos eram dos calibres 223 (quatro deles) e 762 – todos de uso restrito. Ainda havia com o bando três pistolas 380 e uma de calibre .40, um revólver de calibre 38, dezenas de carregadores de armas, 926 projéteis e cinco coletes balísticos.

Comentários

Notícias relacionadas