RMC 

Defesa Civil de Nova Odessa monitora nível do Ribeirão Quilombo

A Defesa Civil de Nova Odessa está monitorando o nível do Ribeirão Quilombo, que subiu nas últimas horas em decorrências das chuvas de média intensidade que atingiram a região principalmente entre a noite de domingo (20) e a madrugada desta segunda-feira (21). Em Nova Odessa, neste período, choveu 25,9 milímetros, de acordo com o pluviômetro instalado na sede da Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa). Os agentes estão de prontidão desde sexta-feira (18), quando o órgão recebeu um comunicado da Defesa Civil Estadual alertando sobre a possibilidade de fortes chuvas.

Segundo Paulo Bichof, coordenador da Defesa Civil de Nova Odessa, o nível do Ribeirão subiu 80 centímetros, mas esta dentro da normalidade. Ainda de acordo com ele, nenhuma ocorrência relacionada à chuva foi registrada neste período na cidade, contudo, ele destacou o trabalho de prevenção. “Temos que estar sempre alertas para problemas que possam ser registrados em razão das chuvas. Como recebemos esse comunicado da Defesa Civil do Estado ainda na sexta-feira, deixamos as equipes preparadas e de sobreaviso, fazendo o monitoramento do nível do Quilombo”, comentou.

Importante ressaltar que, no Verão, aumentam as ocorrências de tempestades e raios. Por isso, a Defesa Civil alerta para o perigo das chuvas fortes com o objetivo de proteger a população dos raios. Confira abaixo as orientações do órgão:

– Evite lugares abertos, como estacionamentos, praias e campos de futebol;

– Abrigue-se em casa, edifício ou em instalação subterrânea como metrô;

– Não permaneça em rio, mar, lago ou piscina;

– Se estiver no carro, mantenha os vidros fechados, sem contato com as partes metálicas do veículo;

– Caso não encontre um abrigo por perto, fique agachado com os pés juntos, curvado para frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles até a tempestade passar;

– Mantenha distância de objetos altos e isolados, como árvores, postes, quiosques, caixas d’água, bem como de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas e cercas de arame;

– Evite soltar pipas, carregar objetos, como canos e varas de pesca e andar de bicicleta, motocicleta ou a cavalo;

– Mantenha distância de aparelhos e objetos ligados à rede elétrica, como TVs, geladeiras e fogões;

– Evite o uso de telefone, a menos que seja sem fio ou celular;

– Fique afastado de janelas, tomadas, torneiras e canos elétricos;

– Evite tomar banho durante a tempestade.

 

Comentários

Leia também...