fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Defesa Civil de Capivari declara Estado Alerta Máximo


O nível do Rio Capivari chegou a 2,70 cm às 15h30 desta terça-feira, 01. A Defesa Civil declarou Estado de Alerta Máximo. No total, oito famílias estão desabrigadas e duas desalojadas, totalizando 26 pessoas. Cerca de 30 casas foram atingidas na rua Tiradentes e no bairro Moreto. O poder executivo está à disposição da população com caminhões e abrigos, além assistência médica, remédios, alimentação, entre outras necessidades que possam surgir. Os desabrigados estão sendo encaminhados para o Centro de Ginástica do município.

 

Atualmente, Capivari registra pontos de alagamento nas ruas João Moreti e Tenente Abílio, no bairro Moreto, na rua Padre Haroldo (na altura do Campo do Juventus), no final da rua Tiradentes, e nas ruas Bento Dias, Antônio Pires, Miguel Assad, José Busato e 31 de Março.

 

Na tarde da última segunda-feira, 29, os agentes da Defesa Civil fizeram a limpeza da vazão da comporta, que está aberta desde sábado, dia 20. A Defesa Civil continua monitorando o nível do rio e acompanhando as regiões com risco de alagamento. As famílias ribeirinhas que queiram sair de suas residências, podem pedir auxílio da Prefeitura pelo telefone 199 (Defesa Civil) ou 153 (Guarda Civil).

 

É importante lembrar que o município conta com um Plano de Ação Imediata (PAI), no qual foram definidas diversas medidas para amenizar os danos causados pelas enchentes, além de ações preventivas como monitoramento do rio, limpeza do percurso da água na represa e acompanhamento das informações climáticas e a incidência de chuva de Capivari e das cidades vizinhas Monte Mor e Campinas, que desembocam água no Rio Capivari.

 

O PAI teve início em 1º de dezembro e vai até dia 31 de março, podendo ser prorrogado se necessário, e envolve vários setores do município, como Guarda Civil, Defesa Civil, Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer, Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Secretaria de Mobilidade Urbana, Secretaria da Saúde, Secretaria da Educação, Secretaria de Desenvolvimento Social, entre outros.

 

Comentários

Dennis Moraes