DAE segue a todo vapor com obras para normalizar o abastecimento

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste, por meio da sua equipe técnica, segue empenhado nas obras emergenciais visando manter e ampliar o abastecimento da cidade diante desta forte crise hídrica que o estado enfrenta. Águas do Córrego Araçariguama, Ribeirão dos Toledos e da lagoa da Usina Santa Bárbara são as primeiras alternativas que estão sendo buscadas pela autarquia, já com as intervenções em andamento, permitidas pelo estado de emergência decretado no município na semana passada.

Grande parte da equipe do setor de manutenção, as máquinas e equipamentos da autarquia atuam em várias frentes de trabalho com atividades que permitem adequar o sistema de captação das águas desses pontos específicos para o tratamento e distribuição.

As tubulações que irão permitir recalcar as águas do Araçariguama até a Estação Elevatória Santa Alice (Represinha) já se encontram instaladas em mais da metade do percurso, que tem 1,5 km. Uma grande movimentação de máquinas e caminhões faz o serviço de desassoreamento da lagoa do Parque Araçariguama, permitindo uma reserva maior da água. Em andamento também está a instalação da adutora que irá mandar as águas do Ribeirão dos Toledos, no Jd. Conceição, para o tratamento na ETA (Estação de Tratamento de Água) IV, no Souza Queiroz.

Equipamentos como três motobombas reforçam a utilização da reserva técnica da Represa de Cillo (Pq. das Águas), bombeando a água que segue seu percurso até a Represinha. Desassoreamento das Represas Areia Branca e São Luiz também fazem parte das ações. Em breve terão início as obras para o recalque das águas da lagoa da Usina Santa Bárbara para a ETA II, na Vila Aparecida.

Dentre estas medidas emergenciais, o DAE mantém estudos de captação do recurso hídrico de outras áreas de mananciais na cidade, até como forma de se preparar para futuros períodos de estiagem.

 

DAE/SBO

Comentários

Notícias relacionadas